O número de empregos nos segmentos de alojamento e alimentação, atividades ligadas ao setor de turismo, interrompeu as quedas consecutivas registradas no ano passado, entre fevereiro-abril e maio-julho. No último trimestre analisado, de agosto a outubro de 2020, pela primeira vez desde o início da crise da Covid-19, o número não foi negativo, apresentando uma variação de 4% na comparação trimestral.

“O setor de turismo foi um dos mais impactados pela Covid-19. Mas, aos poucos, já estamos vivenciando a retomada das atividades, de forma segura e responsável, em todo o país. A interrupção das taxas negativas de ocupação no setor sinaliza, para os próximos meses, uma perspectiva positiva em todo o país”, avaliou o ministro do Turismo, Gilson Machado.

Os dois segmentos registraram um total de quase 4 milhões de trabalhadores no país no trimestre agosto-outubro. Os dados, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), integram a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua.


Com informações do Ministério do Turismo

– Via BrasilO número de empregos nos segmentos de alojamento e alimentação, atividades ligadas ao setor de turismo, interrompeu as quedas consecutivas registradas no ano passado, entre fevereiro-abril e maio-julho. No último trimestre ana – YWD 982204