Uma enchente provocada pela subida do nível do Rio Carangola deixou 3,1 mil pessoas desalojadas em Porciúncula, município do Rio de Janeiro próximo da divisa com Minas Gerais e o Espírito Santo. Segundo a defesa civil do município, outras 126 pessoas ficaram desabrigadas e 8,6 mil foram afetadas.

De acordo com a defesa civil municipal, o Rio Carangola chegou aos 8,4 metros na noite de ontem (20), maior nível já registrado. Porém, na tarde de hoje (21) as águas já haviam retrocedido para o nível de 5,6 metros.

Sem água
A enchente afetou o abastecimento de água na cidade. A Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro informou que interrompeu o fornecimento de água até a normalização do nível do rio. Uma passarela que dava acesso ao bairro João Clóvis Breijão acabou cedendo com a força da água.

Natividade da Serra
Em Natividade da Serra a cheia do Carangola deixou 80 famílias desalojadas e 9 desabrigadas que, segundo a prefeitura da cidade, foram abrigadas em escolas. Segundo a defesa civil do município, a cidade foi atingida por um temporal de 101 milímetros ontem. Houve quedas de barreiras e uma pessoa teve que ser socorrida em um soterramento.

Alguns bairros, como o de Pedro Gomes ficaram ilhados com a impossibilidade de trafegar sobre as passarelas de pedestres.

Na tarde de hoje, as equipes da prefeitura de Natividade já faziam a limpeza das ruas, com auxílio de um caminhão pipa cedido pela prefeitura de Varre-Sai, município vizinho.

– Daniel Mello- Repórter da Agência Brasil – YWD 986348