Boca vence e elimina Avaí/Kindermann na Libertadores Feminina

Redação Redação

A primeira participação do Avaí/Kindermann na Libertadores Feminina chegou ao fim. Nesta quarta-feira (11), pela edição 2020 do torneio, disputado na Argentina, as catarinenses foram superadas pelo Boca Juniors (Argentina) por 1 a 0 no estádio José Amalfitani, em Buenos Aires. O resultado negativo e a goleada do Santiago Morning (Chile) sobre o Deportivo Trópico (Bolívia) por 9 a 0 no estádio Nuevo Francisco Urbano, em Morón, eliminaram as brasileiras.

🔚¡Ganó Boca!
⚽️ #Boca 1 – Avaí Kindermann 0
✔️ Las Gladiadoras se clasificaron en el primer lugar del grupo B y están en cuartos de final de la Copa #LibertadoresFEM.#VamosBoca 👊 pic.twitter.com/j741GuPxFj
— Boca Juniors (@BocaJrsOficial) March 12, 2021

Em segundo lugar do Grupo B, com cinco pontos, as chilenas serão as adversárias do Corinthians, atual campeão da América, nas quartas de final. As argentinas, que avançaram como líderes da chave, com sete pontos, terão o América de Cali (Colômbia) como rival no mata-mata.

As Leoas Avaianas entraram em campo em segundo lugar, com os mesmos quatro pontos do Boca, mas atrás pelo saldo de gols (seis a cinco). Precisando vencer para não dependerem do jogo entre Morning e Trópico, as catarinenses tiveram a iniciativa ofensiva, mas esbarraram nas próprias finalizações e na goleira Laurina Oliveros.

O cenário não se alterou no segundo tempo, com o Avaí/Kindermann pressionando em busca do gol da classificação, mas Oliveros foi decisiva. A goleira fez duas grandes defesas em tentativas de Lelê. Na segunda, evitou de mão trocada um gol de cabeça da atacante, quase na pequena área. Faltando dez minutos para o fim, a atacante Caty e a lateral Fran se trombaram na hora de completar um cruzamento diante da meta e desperdiçaram ótima oportunidade.

O Boca, apostando nos contra-ataques, assustou aos 37 minutos com Andrea Ojeda, lançada às costas da defesa catarinense, mas a atacante bateu para fora. As argentinas, porém, não perderiam uma segunda chance. Aos 40, após cruzamento pela direita, a atacante Yamila Rodríguez subiu livre de marcação para cabecear, sem chances para a goleira Bárbara. O Avaí/Kindermann se lançou desesperadamente à frente, mas, desorganizado, sequer conseguiu o empate.

Antes da derrota para o Boca, o Avaí/Kindermann atropelou o Deportivo Trópico por 8 a 0 e empatou sem gols com o Santiago Morning. Vice-campeãs nacionais no ano passado, as Leoas Avaianas estão confirmadas na edição referente a 2021 da competição sul-americana, que será disputada entre 30 de setembro e 16 de outubro, no Chile.

GIGANTES • Encerramos nossa participação na @libertadoresfem hoje, após jogo contra o @bocajrsoficial, com placar de 1 a 0.
Bola pra frente que ainda tem um Brasileirão inteiro pela frente. E vamos COM TUDO! 🦁💙
P.S em setembro tem mais Liberta! 😉
Foto: Andrielli Zambonin pic.twitter.com/uu6ECfsTiS
— Avaí Kindermann (de 🏠) (@AvaiKindermann) March 12, 2021 – Lincoln Chaves – Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional – YWD 988320

A BRASIL EM FOLHAS utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies