Peac Maquininhas libera R$ 3,190 bilhões no último trimestre de 2020

0 Shares
0
0
0
0

O Peac Maquininhas – como ficou mais conhecido o Programa Emergencial de Acesso a Crédito na modalidade de garantia de recebíveis – foi uma das iniciativas do Governo Federal para facilitar o acesso ao crédito e, dessa forma, ajudar os pequenos negócios a enfrentar os impactos econômicos da Covid-19. Entre 15 de outubro e 31 de dezembro de 2020, 112.161 operações foram feitas no âmbito da iniciativa. O valor total liberado foi de R$ 3,190 bilhões. Os dados constam da Nota Informativa, divulgada nessa segunda-feira (19), pela Secretaria de Política Econômica (SPE), do Ministério da Economia.

Concebido para a concessão de empréstimos garantidos por recebíveis gerados via cartão a microempreendedores individuais, microempresas e empresas de pequeno porte, o programa visa a solucionar os dois principais problemas para acesso dos pequenos negócios ao crédito: a falta de informações e a falta de garantias. Os recebíveis são, na maioria, gerados por meio das “maquininhas de cartão” – o que deu origem ao nome do programa.

Como agente financeiro da União, coube ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) fazer os repasses dos recursos às instituições financeiras participantes do programa e delas receber os reembolsos. Números do Banco demonstram que o Peac Maquininhas contribuiu para a manutenção de negócios em setores atingidos diretamente pelas medidas de restrição ao combate à crise sanitária, com destaque para empresas do setor Hoteleiro (1.507 solicitações aprovadas) e de Bares e Restaurantes (14.985).

Para muitas empresas, o Peac Maquininhas significou a única opção de acesso a crédito durante o último trimestre de 2020. Segundo dados do BNDES, 18% dos microempreendedores individuais, 4% das microempresas e 2% das empresas de pequeno porte dependeram exclusivamente do programa para financiamento nesse período.

 

Com informações do Ministério da Economia

0 Shares
You May Also Like