Coronel Adailton pleiteia reconhecimento de festejo religioso em Niquelândia como patrimônio cultural

0 Shares
0
0
0
0

A Capina do Largo de Santa Efigênia é uma manifestação secular carregada de religiosidade, cultura e gastronomia de tradição e faz parte dos festejos das Congadas de Santa Efigênia no município de Niquelândia, no Norte goiano. A capina é uma limpeza de toda a vegetação da Igreja de Santa Efigênia e marca uma tradição de mais de 250 anos, quando, ainda no período da escravidão, homens e mulheres reuniam-se para fazer essa limpeza.
A iniciativa virou tradição e está enraizada no cotidiano do povo niquelandense, na qual, atualmente,os descendentes dos escravizados mantêm viva a tradição em devoção à Santa Efigênia, anualmente, no dia 24 de junho. Logo cedo, os fiéis chegam carregando suas enxadas e entram na igrejinha para rezar a missa. Depois, a multidão se põe à limpeza do Largo de Santa Efigênia, onde os homens fazem o trabalho da capina e as mulheres, jovens e crianças se encarregam de juntar o mato. Muitos levam um pouco do capim para casa e outros se benzem ali mesmo, crentes na cura de seus males com devoção à santa.
Com o objetivo de preservar essa cultura, o deputado Coronel Adailton (Progressistas) criou o projeto de lei nº4475/21 para reconhecimento da Capina do Largo de Santa Efigênia como patrimônio cultural e imaterial goiano. Aprovada na Comissão de Constituição, Justiça e Redação, a matéria está apta a ser inserida na pauta de votação do Plenário .

0 Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like