Câmara lança protótipo de instrumento de participação popular

0 Shares
0
0
0
0

O Laboratório Hacker da Câmara dos Deputados apresentou, nesta sexta-feira (25), o protótipo do Painel da Participação da Casa.

O painel foi o sexto e último produto entre projetos e protótipos de participação social e transparência desenvolvidos pelo LabHacker desde o planejamento colaborativo realizado em junho de 2019.

Na ocasião, o “Nós do Lab” contou com a presença de mais de 60 especialistas de todo o país em debates presenciais e virtuais. Uma das demandas era a necessidade de os cidadãos terem acesso a informações atualizadas sobre a participação nas ferramentas e canais da Câmara, o que gerou o desafio “feedback da participação”.

Divulgação/Câmara dos Deputados
Evento “Nós do Lab”, realizado em 2019

O objetivo do projeto Painel da Participação, que está alinhado às diretrizes estratégicas da Câmara para o período de 2012-2023, é justamente apresentar os resultados consolidados das ferramentas de participação da Câmara, ampliando a transparência sobre esses dados para os parlamentares e a sociedade em geral.

Wikilegis
No protótipo, foram incluídas as informações sobre participações dos cidadãos nas audiências interativas das comissões da Casa e na construção colaborativa de proposições, por meio do Wikilegis.

É possível ver, por exemplo, quantos cidadãos se cadastraram no portal e-Democracia; quantas mensagens e quantas perguntas são enviadas nas audiências interativas; fazer comparações entre anos e meses da participação a respeito de um mesmo tema; assim como analisar o número de participantes que colaboraram com o Wikilegis.

“A sociedade pode acompanhar, então, a participação nos vários canais de participação da Câmara dos Deputados, e entender quais as matérias que tiveram mais participação, quais chamaram mais a atenção da sociedade e quais foram os encaminhamentos a partir daí”, explica o diretor do Laboratório Hacker da Câmara dos Deputados, Waltenor Brandão.

Jorge Henrique da Silva Junior, gestor na Coordenação de Participação Popular, destaca a importância do mecanismo.

“Tanto o cidadão quanto o deputado têm acesso aos mesmos dados, às mesmas informações, o que ajuda a sociedade a conversar com o deputado, a cobrar do seu representante. A falar: ‘olha, nós temos esses dados aqui, foram coletados, trabalhados pela instituição, e você também tem esse acesso, o que você fez com isso?’ Então a gente começa a aproximar a sociedade, traz os anseios, traz as dores, traz todo aquele conteúdo gerado pela sociedade para os parlamentares.”

Ainda não há data marcada para o lançamento do novo instrumento de participação popular. O objetivo da apresentação do protótipo foi justamente reunir sugestões da sociedade para aperfeiçoar o modelo. Mas fique ligado nas redes sociais do Laboratório Hacker da Câmara, para o aviso sobre o lançamento.

0 Shares
You May Also Like