Chamamento público vai definir novo gestor da Cinemateca Brasileira

0 Shares
0
0
0
0

Um chamamento público vai definir quem será o novo gestor da Cinemateca Brasileira, localizada no bairro Vila Mariana, em São Paulo. Segundo a portaria interministerial que anunciou o chamamento público, será contratada uma entidade privada sem fins lucrativos, uma organização social (OS), para assumir as atividades de guarda, preservação, documentação e difusão do acervo audiovisual da Cinemateca.

O acervo da Cinemateca é o maior da América Latina, com aproximadamente 240 mil rolos de filme, 41 mil títulos diferentes e 1 milhão de itens não fílmicos (como pôsteres, roteiros e outros). Para o secretário especial da Cultura, Mario Frias, a escolha do novo gestor é importante para a manutenção e difusão do acervo. 

“A Cultura tem trabalhado com total dedicação a este assunto, com o objetivo de preservar o maior acervo do audiovisual da América Latina, onde possui documentos relacionados, todos eles, à história brasileira”, disse Frias.

A portaria foi publicada no Diário Oficial da União no dia 8 de junho e o início do chamamento público deverá começar em até seis meses da data de publicação. O Ministério do Turismo ficará responsável pela adoção dos procedimentos para divulgação das regras para seleção e qualificação da OS que vai gerir a Cinemateca. 

A Cinemateca foi reabsorvida pelo Ministério do Turismo em agosto de 2020, após um  impasse na gestão da Cinemateca na metade do ano passado após a saída da Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto (Acerp), que fazia a gestão da entidade.

 

Matéria alterada às 9h47 do dia 16/06/2021 para corrigir informações

0 Shares
You May Also Like