Durante inauguração do novo Hemocentro de Goiás, Lissauer destaca avanços do Executivo na saúde pública estadual

Redação

Representando o Legislativo goiano, o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSB), prestigiou na manhã desta terça-feira, 1º, a inauguração do novo Hemocentro Coordenador Estadual de Goiás Professor Nion Albernaz, em Goiânia. Ao lado do governador Ronaldo Caiado, do vice, Lincoln Tejota, do secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino e demais autoridades, o presidente da Casa de Leis conheceu as novas instalações do prédio que, com a ampliação, teve a sua área construída triplicada, aumentando, assim, a capacidade de coletas da unidade que passou de 190 para 360 por dia.
Durante visita à nova estrutura, o chefe do Parlamento goiano destacou a importância do investimento realizado pelo governo de Goiás e ressaltou que a reestruturação do Hemocentro contribuirá significativamente para o aprimoramento dos atendimentos oferecidos pela unidade. “O governo do estado vem atuando com excelência em todas as áreas, especialmente, na saúde pública. Sabemos que há anos o Hemocentro não recebia investimentos e, a partir de agora, com essa ampliação, os doadores de sangue, e também os pacientes e servidores contarão com um espaço confortável, humanizado e com toda a estrutura necessária para oferecer um atendimento de qualidade a nossa população”, afirmou Lissauer. 
Fazendo referência ao ex-prefeito de Goiânia, que dá nome às instalações, o governador Ronaldo Caiado também salientou o alto padrão de qualidade da nova estrutura que, segundo ele, é a melhor do país. “Eu gostaria que todo cidadão goiano pudesse ter a oportunidade de caminhar aqui em todos os andares do Hemocentro de Goiás, que é o melhor do país. Me lembro bem do professor Nion Albernaz, descendo do carro e pegando o papel na rua, num gesto de educar as pessoas. Acredito que é a partir do exemplo do gestor, de quem está no comando de uma cidade, estado, país, que a população começa a entender a necessidade de cuidar das coisas”, salientou Caiado.
Também participaram da solenidade o vice-governador Lincoln Tejota; o senador por Goiás, Vanderlan Cardoso; os deputados estaduais Charles Bento e Rafael Gouveia; o secretário de Saúde, Ismael Alexandrino; a viúva do ex-prefeito Nion Albernaz e ex-primeira-dama de Goiânia, Geralda Albernaz; superintendente do Idtech, José Cláudio Pereira Caldas Romero; o Subcomandante de Operações Especiais do Exército, Coronel Ricardo Luiz da Cunha Rabelo; conselheiro do Tribunal de Contas do Estado de Goiás (TCE), Sebastião Tejota; secretário municipal de Saúde de Goiânia, Durval Pedroso; padre Rafael Magul, da Igreja Apostólica Ortodoxa Antioquina no Centro-Oeste; o vereador Dr. Gian Said e a arquiteta Tereza Cristina Del Papa.
Estiveram presentes ainda os presidentes da Federação dos Hospitais, Laboratórios, Clínicas de Imagem e Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Estado de Goiás (Fehoesg), Christiane Maria do Valle Santos; do Conselho Estadual de Saúde de Goiás (CES – GO),  Venerando Lemes de Jesus; do Conselho Regional de Biomedicina, Renato Miguel 3ª Região (CRBM-3); do Conselho Regional de Enfermagem de Goiás (Coren-GO), Edna de Souza Batista; a Superintendente de Vigilância em Saúde (Suvisa) da SES-GO, Flúvia Amorim; a diretora-geral do Hemocentro de Goiânia, Denise Goulart e colaboradores do Hemocentro.
Novo Hemocentro de Goiás
Entregue pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), instituição que faz a gestão da unidade de saúde, a obra de ampliação do Hemocentro Coordenador Estadual de Goiás Professor Nion Albernaz contou com investimento de R$ 9,3 milhões repassados antecipadamente pelo Governo do Estado, além de recursos assegurados pela SES para a aquisição de mobiliários e equipamentos.
Com a ampliação da unidade, foi possível instalar o dobro de poltronas para a captação de sangue e plaquetas por aférese. Agora, são 12 novas cadeiras para a coleta convencional e outras quatro para coleta por aférese, que estão em uma sala exclusiva. Com isso, além de reduzir o tempo de espera no atendimento, o Hemocentro oferece um ambiente mais confortável aos doadores de sangue. A capacidade também aumentou, passando de 190 coletas por dia para 360.
Os avanços também foram grandes na área técnica. O Laboratório de Análises Clínicas aumentou sua capacidade produtiva no setor de imuno-hematologia com a instalação de mais um equipamento de automação, garantindo, assim, maior segurança na tipagem sanguínea do doador. A sorologia para transplante de órgãos e tecidos atualmente funciona 24 horas por dia. Além do controle interno para todos os parâmetros analisados, o laboratório participa de teste de proficiência da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas, assegurando a qualidade dos processos.

Você pode gostar

A BRASIL EM FOLHAS utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições. Aceitar Consulte mais informação

Política de Privacidade e Cookies