Saltos ornamentais: Fina recua e confirma dupla brasileira em Tóquio

0 Shares
0
0
0
0

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) informou nesta sexta-feira (25) que a Federação Internacional de Natação (Fina) confirmou a participação de Isaac Souza e Luana Lira na Olimpíada de Tóquio (Japão) nos saltos ornamentais. A entidade voltou atrás na decisão de limitar a classificação aos Jogos aos 12 finalistas das disputas individuais da última Copa do Mundo da modalidade, realizada na própria capital japonesa e que funcionou como pré-olímpico.

ELES ESTÃO DE VOLTA! 🔙

A FINA comunicou nesta sexta-feira que as vagas olímpicas conquistadas por Isaac Souza e Luana Lira na Copa do Mundo de Tóquio foram mantidas

A nossa Seleção tá completa! 🇧🇷

Veja tudo aqui: https://t.co/bWkt0sZcBZ#SaltosRumoAToquio #tokyo2020 pic.twitter.com/a0u2pGKqtb

— CBDA (@CBDAoficial) June 25, 2021

Isaac e Luana foram semifinalistas na plataforma de dez metros e no trampolim de três metros, respectivamente. O desempenho os colocou entre os 18 melhores da Copa do Mundo, a princípio, classificando-os para os Jogos. Em maio, a Fina notificou a CBDA e o Comitê Olímpico do Brasil (COB) que limitaria as vagas olímpicas aos finalistas, alegando que o número de atletas teria superado o permitido pelo Comitê Olímpico Internacional (COI). As entidades brasileiras reivindicaram a manutenção do regulamento.

O Brasil, portanto, volta a ter quatro representantes em Tóquio nos saltos ornamentais Os outros são Kawan Pereira e Ingrid Oliveira, ambos classificados na plataforma de dez metros. O país tem 275 vagas confirmadas em 33 modalidades na Olimpíada.

0 Shares
You May Also Like