Alysson Lima defende aumento de auxílio emergencial para mães goianas

0 Shares
0
0
0
0

Embora declarando voto favorável à matéria, projeto nº 6302/21, que institui o programa de transferência de renda intitulado “Mães de Goiás”, o deputado Alysson Lima (Solidariedade) fez coro às críticas já levantadas por outros membros da oposição, na sessão extraordinária desta terça-feira, 20, que julgam insuficiente o valor de R$250 referentes ao auxílio previsto. Ele chamou atenção para as dificuldades enfrentadas por inúmeras mães solos no Estado para sustentar sozinhas vários filhos pequenos.
Rebatendo fala anterior do líder do Governo, Bruno Peixoto (MDB), ele disse que o montante a ser a elas destinado sequer seria suficiente para arcar com as despesas da cesta básica. Defendeu igualmente, ao final, um amplo programa de transferência de renda que pudesse garantir um auxílio mínimo de R$ 600.
“O Estado está superavitário e o Governo tem condições de oferecer muito mais. R$ 250 é muito pouco para sustentar uma família na pandemia e mesmo fora dela. Jamais votaria contra um projeto dessa natureza, ainda que fosse liberado apenas R$ 10. Mas fico triste, porque vejo que o Governo tem calibre para botar muito mais”, lamentou.

0 Shares
You May Also Like