Audiência realizada, na manhã desta sexta-feira, pela Comissão de Saúde da Assembleia reuniu defensores de animais

0 Shares
0
0
0
0

A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás realizou, na manhã desta sexta-feira, 2, em parceria com a vereadora Lucíola do Recanto (PSD), audiência pública onde foi discutida a importância das políticas públicas para os animais. Os trabalhos foram conduzidos pelo presidente do colegiado, deputado Gustavo Sebba (PSDB), que contou com a presença, na mesa, de Lucíola e do vereador por São Paulo, Felipe Becari (PSD).
Em seu discurso inicial, Gustavo agradeceu a participação dos conviados e a presença de Lucíola e Felipe Becari. “A presença dos vereadores Lucíola e Felipe é extremamente importante e oportuna para que a gente possa aprender e contribuir para a causa. O poder público, por muitos anos, foi omisso nessa questão. Por muito tempo essa discussão vem sendo feita fora do poder público, fora das câmaras legislativas, fora das assembleias legislativas e fora do Congresso Nacional. Mas, de um tempo para cá, essa discussão tem ganhado força e é importante a gente se fortalecer cada vez mais, porque hoje nós temos representantes nas instituições, nós temos representantes públicos eleitos democraticamente para dar voz e dar vez à essa causa”, salientou.
Gustavo Sebba destacou a trajetória de Lucíola, que foi a terceira vereadora mais bem votada em Goiânia na última eleição, e desenvolve um trabalho de mais de 30 anos na defesa da causa animal. Comentou, ainda, que ela mantém um abrigo com mais de 600 animais, onde faz acolhimento todos os dias e dedica boa parte do seu tempo.
O presidente da Comissão de Saúde agradeceu também a Felipe Becari, que, segundo ele, mesmo com os riscos da pandemia, se dispôs a se deslocar de São Paulo e participar presencialmente do evento.
Em seu pronunciamento, Lucíola do Recanto destacou que o trabalho em defesa dos animais cresceu muito nos últimos anos por causa do envolvimento da própria sociedade, já que o poder público sempre se manteve alheio à causa.
“A causa dos animais se tornou invisível aos olhos dos governantes, mas aos olhos da sociedade não. Então, nós nos juntamos e, dessa vez, nós mostramos que temos força e que precisamos, sim, de políticas públicas para mudar essa realidade, que sozinhos a gente não conseguirá e os animais têm direitos, inclusive tem que haver um representante na câmara de vereadores, entre os deputados e em toda a política”, assinalou.
Segundo a vereadora, ela foi eleita para defender a bandeira dos animais e luta para fazer valer os direitos deles. “Quando decidi ser candidata, eu falei que ia trabalhar para bicho né. A minha causa é legítima. Eu vim lutar pelos animais. Sou a voz deles. Eu e cada um de vocês que estão aqui hoje”, afirmou.
Preconceito
O policial e vereador Felipe Becari elogiou a iniciativa do deputado Gustavo Sebba (PSDB) em parceria com a vereadora Lucíola do Recanto (PSD). “Agradeço com todo o carinho do mundo seu convite deputado e parabenizo pela sua sensibilidade. É uma iniciativa que tem de ser valorizada, pois não é nada fácil realizar uma audiência para falar sobre animais no meio desse caos que estamos vivendo por causa da covid-19”, comentou.
Felipe afirmou que, mesmo com as dificuldades e as restrições da pandemia, fez questão de vir pessoalmente, não só porque tem amigos em Goiânia, mas também para prestigiar a causa da forma que ela merece. “Acho que a gente tem que estar realmente disseminando conhecimento”, salientou.
O vereador explicou ainda que quem milita nessa causa dos animais tem de enfrentar muito preconceito. “Por exemplo, eu tive 98 mil votos. Logo que cheguei à Camara Municipal, eu  via muita gente falando, esse é o vereador de cachorros, o vereador de cachorrinhos. Eu falei tá bom deixa pensarem assim. A gente vai não apenas ajudar nessa luta com relação aos animais, como também o tamanho da representatividade que temos”, comentou.
Além de Gustavo, Lucíola e Felipe também fizeram uso da palavra o promotor de Justiça do Ministério Público do Estado de Goiás, Juliano de Barros Araújo; o presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária de Goiás (CRMV-GO), Rafael Vieira; a vice-presidente do CRMV-GO, Ingrid Bueno Atayde Machado; o coordenador estadual de Zoonoses da Secretaria Estadual de Saúde, Fabrício Augusto e Sousa; o advogado da Associação dos Criadores de Cães do Estado de Goiás (Kennel Club de Goiás), Christiano Melo; a diretora da gestão ambiental da Amma, Adriana Ramos; e o diretor de vigilância em zoonoses de Goiânia, Murilo Mariano Reis.
Também estavam presentes vereadores de Goiânia e dos municípios goianos de Santo Antônio de Goiás, Itumbiara, Jataí e Anápolis, e o comandante do Grupamento de Ações com Cães da Polícia Militar de Goiás, André Luiz dos Santos, além de representantes de outras entidades da sociedade civil organizada.

0 Shares
You May Also Like