Bruno Peixoto pretende instituir Semana Estadual de Educação e de Enfrentamento à Endometriose

0 Shares
0
0
0
0

Instituir a Semana Estadual de Educação Preventiva e de Enfrentamento à Endometriose, a ser realizada, anualmente, na segunda semana de março. É o que pretende o deputado Bruno Peixoto (MDB), através do projeto de lei nº 5850/21, em tramitação na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego).
“Março é o mês mundial da conscientização da endometriose. Cada país celebra no mês de março sua data para conscientizar a população sobre a doença”, coloca Bruno Peixoto em sua justificativa parlamentar.
E acrescenta: “Alguns dos sintomas típicos dessa patologia são cólicas fortes e menstruação irregular. Se não for diagnosticada e tratada precocemente, a doença pode contribuir para o desenvolvimento de câncer de ovário. Em muitos casos só é possível ter um diagnóstico preciso por meio de exames, que permitem observar os focos e classificar o grau da endometriose em leve, moderada ou grave”.
O deputado esclarece que, “geralmente, o tratamento é feito à base de medicamentos, como anticoncepcionais, por exemplo. É recomendada a adoção de hábitos saudáveis, alimentação equilibrada, atividade física e consultas regulares ao ginecologista, a fim de prevenir e reduzir os fatores de risco da doença”.
Bruno Peixoto conclui assim sua justificativa: “Como a informação é a melhor forma de prevenção, vemos como necessária a iniciativa de dedicamos uma semana à endometriose”.
A proposição foi encaminhada à Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), da Alego, e encaminhada para relatoria do deputado Wilde Cambão(PSD).

0 Shares
You May Also Like