O antropólogo Jesco von Puttkamer é o personagem da semana da série “Por trás do Nome”, nas redes sociais da Alego

0 Shares
0
0
0
0

Jesco von Puttkamer dedicou grande parte da sua vida à produção de um dos maiores acervos audiovisuais existentes sobre os povos indígenas. Por anos, o antropólogo registrou aspectos sociais, culturais e artísticos dos índios. Puttkamer reuniu um acervo de nada menos que 130 mil fotografias, sobre 60 comunidades indígenas diferentes. Os registros estão atualmente no Centro Cultural Jesco Puttkamer, unidade de extensão universitária do Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia (IGPA) da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás).
Fundado em 2002, o Centro Cultural fica localizado no setor Bueno. Constitui em um espaço vocacionado para a preservação, conservação e divulgação do patrimônio cultural dos povos pré-coloniais e indígenas brasileiros. O acervo contempla as pesquisas de Jesco e apresenta a ocupação pré-colonial e colonial brasileira, mediante vestígios arqueológicos recuperados nas pesquisas do IGPA.
Tudo fruto de registros do documentarista, cinegrafista e fotógrafo Jesco von Puttkamer. Filho do alemão Wolf Heinrich von Puttkamer com a brasileira Karin Holm, Jesco teve sua formação na Alemanha e voltou ao Brasil depois da Segunda Guerra Mundial. Em Goiás, chegou em 1948, época em que o estado buscava gente especializada para suprir suas deficiências em vários setores. Logo, foi designado para debater imigração e colonização, em nome de Goiás, no Itamaraty.
Jesco acompanhou, no final dos anos 1950, a construção de um novo Brasil. No canteiro de obras de Brasília, mostrou todo o seu talento como fotógrafo e documentarista. Esse trabalho o levou a integrar-se aos projetos Marcha Para o Oeste e Operação Bananal. Logo após isso, Jesco participou de dezenas de expedições pelo interior do Brasil ao lado de indigenistas, como os irmãos Villas-Bôas, que buscavam estabelecer e estreitar contatos com diversos povos indígenas. Os encontros foram documentados por ele.
O legado todo foi doado para o acervo do Centro Cultural para consultas e pesquisas. É um patrimônio que conta, ainda, com mais de 10 mil páginas de diários e anotações, além de inúmeros filmes.
Jesco von Puttkamer é o personagem marcante que estampa a série “Por trás do nome”, publicada sempre às quintas-feiras, nas redes sociais da Assembleia Legislativa. A intenção é desvendar a história dos homens e mulheres e as realizações deles que justificam a denominação de logradouros públicos ou mesmo de edificações particulares.

0 Shares
You May Also Like