Breno Esaki/Agência Saúde DF Deputados aprovaram projetos sobre prioridade e dinheiro para vacinas

Câmara discute com médicos e gestores a situação da saúde no Brasil

0 Shares
0
0
0
0
A Câmara dos Deputados promove comissão geral nesta terça-feira (10), a partir das 10 horas, para discutir a situação da saúde no Brasil. Médicos, gestores de saúde e representantes de hospitais e profissionais do setor foram convidados para debater o tema com os parlamanteres.

No primeiro semestre deste ano, com a continuidade da pandemia, deputados se mobilizaram para votar propostas que ajudassem no combate ao novo coronavírus, como a prioridade de compra de oxigênio para hospitais, incentivo a pesquisas, permissão para compra de vacinas por estados e municípios e a autorização para a fabricação desses fármacos em laboratórios veterinários.

Até esse domingo, segundo o consórcio de veículos de imprensa que analisa dados das secretarias estaduais de Saúde, 563.470 pessoas haviam morrido no Brasil em decorrência da Covid-19.

O debate foi sugerido por 18 deputados: o líder do PT, Bohn Gass (RS); o líder do PSB, Danilo Cabral (PE); o líder do bloco Pros, PSC, PTB, Aluisio Mendes (PSC-MA); o líder do Cidadania, Alex Manente (SP); o líder do PDT, Wolney Queiroz (PE); o líder do PSD, Antonio Brito (BA); o líder do MDB, Isnaldo Bulhões Jr. (AL); o líder do PP, Cacá Leão (BA); Odorico Monteiro (PSB-CE); Pedro Westphalen (PP-RS); Jandira Feghali (PCdoB-RJ); Erika Kokay (PT-DF); Alexandre Padilha (PT-SP); Dra. Soraya Manato (PSL-ES); Carmen Zanotto (Cidadania-SC); Jorge Solla (PT-BA); Adriana Ventura (Novo-SP) e Dr. Luiz Antonio Teixeira (PP-RJ).

Confira a lista dos convidados
– o presidente da Federação Nacional dos Farmacêuticos (Fenafar), Ronald Ferreira dos Santos;
– o médico e secretário de Saúde do Espírito Santo, Nésio Fernandes de Medeiros Júnior;
– o presidente da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), Gutemberg Fialho;
– o presidente da Unimed do Brasil, Omar Abujamra Junior;
– a secretaria municipal de Saúde de Jaíba (MG), Lucélia Soares de Souza;
– o chefe de gabinete da presidência da Fiocruz, Juliano Lima;
– o epidemiologista e professor da Universidade Federal de Pelotas (RS), Pedro Rodrigues Curi Hallal;
– o presidente da Confederação Nacional de Saúde (CNSaude), Breno Monteiro;
– o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Carlos Lula;
– o presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde( Conasems), Wilames Freire Bezerra;
– o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas;
– o presidente da Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas, Mirocles Campos Véras Net
– a presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva, Rosana Teresa Onocko-Campos;
– a diretora do Instituto Couto Maia, Ceuci de Lima Xavier Nunes;
– a coordenadora do grupo de trabalho sobre racismo da Associação Brasileira de Saúde (Abrasco), Edna Araújo;
– a representante do Centro de Estudos e Defesa do Negro (Cedenpa) Samilly Valadares Soares; e
– os deputado e médicos Mário Heringer (PDT-MG) e Dr. Luiz Ovando (PSL-MS).

0 Shares
You May Also Like