Coronel Adailton defende projeto que regulamenta como essencial a atividade das doulas em Goiás

0 Shares
0
0
0
0

O deputado Coronel Adailton (Progressistas) pediu a palavra, durante o Pequeno Expediente desta quarta-feira, 11, para defender e se posicionar favorável a duas proposituras de autoria do presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), deputado Lissauer Vieira (PSB).

A primeira matéria citada pelo parlamentar é de n° 6537/21, que reconhece a atuação das doulas como atividade essencial em períodos de calamidade pública, sobretudo no atual momento, além de garantir assistência de alta qualidade durante a gestação, parto e puerpério.
“Sou o relator dessa propositura e meu parecer é favorável. Para quem não sabe, as doulas são essenciais para preservar o direito à autonomia da paciente, bem como proporcionar o acesso aos meios não farmacológicos para alívio de dor. Essa profissional, que não precisa ser necessariamente da área da saúde, também atua para oferecer apoio físico e emocional às gestantes antes, durante e após o parto”, explicou o deputado.

Adailton destacou que a matéria é de extrema importância e declarou voto favorável. O parlamentar se posicionou, ainda, a favor do projeto nº 6533/21, também de autoria do presidente da Casa, deputado Lissauer Vieira (PSB), que proíbe a fabricação, comercialização e depósito de determinados materiais cortantes, bem como sua utilização nas linhas de pipas ou similares.

“Essa matéria também é de grande relevância. Vários motociclistas já sofreram cortes ou acabaram morrendo vítimas de cortes provocados por linhas cortantes. A não comercialização das linhas de cerol e chilenas poderão inibir esse tipo de tragédia. Soltar pipas é uma excelente atividade, mas tem que ser sem a utilização do material cortante”, enfatizou.

Coronel Adailton parabenizou o presidente da Alego pelas duas proposituras e declarou que apresentou relatórios favoráveis aos dois projetos.

0 Shares
You May Also Like