Durante o Pequeno Expediente, Cairo Salim defende voto impresso e fala em urna mais segura

0 Shares
0
0
0
0

Primeiro a discursar durante o Pequeno Expediente da sessão híbrida dessa terça-feira, 03, o deputado Cairo Salim (PROS), subiu à tribuna para defender o voto impresso acoplado na urna eletrônica, para, segundo ele, dar mais transparência ao processo eleitoral pelo qual o mesmo foi eleito.
“Não posso de maneira hipócrita e desrespeitosa atacar a Justiça Eleitoral, já que fui eleito por esse sistema, mas é importante respeitar que uma parcela da população que foi às ruas nesse domingo, por em cheque a lisura do próximo processo eleitoral, seja por paixão ao presidente ou por desconfiança dos ministros do Superior Tribunal Eleitoral (TSE)” disse o parlamentar.
Salim ainda falou do medo que essa população sente do ex-presidente Lula e reforçou que não é crime, não acreditar na urna eletrônica. “Qual o problema em não acreditar nisso? Queria ver o TSE e o Congresso trabalhar para deixar a urna mais segura, com a impressão do voto” criticou.

0 Shares
You May Also Like