Reprodução Lira quer sinalizar ao mundo que o País respeita o meio ambiente

Lira quer votar até novembro projeto que regulamenta mercado de negociação de créditos de carbono

0 Shares
0
0
0
0

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que pode votar neste semestre o projeto que regulamenta o mercado de negociação de créditos de carbono (PL 528/21). Crédito de carbono é um certificado que atesta e reconhece a redução de emissões de gases do efeito estufa (GEE), responsáveis pelo aquecimento global.

Pelo projeto, um crédito de carbono equivalerá a uma tonelada desses gases que deixarem de ser lançados na atmosfera. Esses devem estar atrelados a projetos de redução ou remoção de GEE da atmosfera, como um projeto de reflorestamento, por exemplo. Essa redução será quantificada (em toneladas de gases) e convertida em títulos.

Lira disse que pretende votar a proposta até novembro, quando ocorrerá COP 26, em Glasgow, na Escócia. Segundo o presidente, o objetivo é dar sinalizar ao mundo que o Brasil respeita as questões ambientais. A declaração foi feita em evento promovido pela XP Investimentos nesta terça-feira (24).

“Depois das pautas estruturantes, queremos votar o crédito de carbono da floresta em pé, que dará uma resposta ao mundo de que 62% do nosso território é floresta e que meio dúzia de desmatadores não podem jogar a imagem do Brasil no lixo”, disse Lira.

0 Shares
You May Also Like