Tóquio: Brasileiros são eliminados na esgrima em cadeira de rodas

0 Shares
0
0
0
0

Os dois primeiros brasileiros a competirem na esgrima em cadeira de rodas na Paralimpíada de Tóquio (Japão) acabaram eliminados. Mônica Santos e Vanderson Chaves não passaram da fase classificatória, na madrugada desta quarta-feira (25) no Centro de Convenções Makuhari Messe.

Na disputa das classificatórias do sabre individual feminino da categoria B, Mônica perdeu as cinco lutas que disputou, para a japonesa Chisato Abe (5 a 1), a húngara Boglarka Mezo (5 a 1), a ucraniana Olena Fedota (5 a 4), a chinesa Shumei Tan (5 a 0) e Irina Mishurova (5 a 3), do Comitê Paralímpico Russo.

Já no sabre individual masculino Vanderson Chaves também perdeu todos os seus confrontos, para o húngaro Istvan Tarjanyi (5 a 1), para o francês Maxime Valet (5 a 1), o polonês Grzegorz Pluta (5 a 0), o canadense Pierre Mainville (5 a 0) e Alexander Kurzin (5 a 1), do Comitê Paralímpico Russo.

O Brasil volta a lutar por medalhas na esgrima em cadeira de rodas na noite desta quarta-feira, com o campeão paralímpico Jovane Guissoni e Carminha Oliveira.

 

0 Shares
You May Also Like