Bruno Peixoto defende ajustes no Ipasgo

0 Shares
0
0
0
0

O deputado Bruno Peixoto (MDB) ocupou a tribuna, durante a Ordem do Dia da sessão ordinária híbrida desta quinta-feira, 16, para defender a atual administração estadual e rebater críticas feitas da tribuna. Além de enaltecer o trabalho desenvolvido pelo secretariado do governador Ronaldo Caiado (DEM), em especial a secretária de Economia, Cristiane Schmidt, o líder do Governo na Casa enumerou alguns pontos de destaque da presente gestão.

Dentre esses, citou os investimentos na política de segurança pública que, segundo ele, teriam contribuído para a redução dos índices de criminalidade em Goiás e o aumento do número de licenças ambientais liberadas.

Em especial, defendeu, ao final, os ajustes atuais feitos na política econômica do Estado. Segundo Peixoto, essas teriam como finalidade cumprir a Lei de Teto dos Gastos e cobrir custos na saúde, que teriam aumentado em razão das demandas reprimidas por causa da pandemia. “A partir do mês de junho, tivemos um acréscimo de quase 50% nos atendimentos de usuários do Ipasgo. Cirurgias eletivas e exames represados durante a pandemia foram liberados e o custo dos serviços aumentou de R$ 100 milhões para R$ 150 milhões desde então”, informou.

0 Shares
You May Also Like