Fotos públicas Parte do acervo destruído durante incêndio na Cinemateca

Comissão de Cultura debate incêndio na Cinemateca Brasileira

0 Shares
0
0
0
0

A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados promove audiência pública nesta sexta-feira (17) sobre o incêndio ocorrido na Cinemateca Brasileira, em julho, na unidade de São Paulo.

O debate ocorre às 9 horas e foi solicitado pelos deputados David Miranda (Psol-RJ), Aurea Carolina (Psol-MG), Alice Portugal (PCdoB-BA), Alexandre Padilha (PT-SP), Benedita da Silva (PT-RJ), Jandira Feghali (PCdoB-RJ), Lídice da Mata (PSB-BA), Paulo Teixeira (PT-SP), Tadeu Alencar (PSB-PE), Túlio Gadelha (PDT-PE), Waldenor Pereira (PT-BA).

“O incêndio que acometeu o edifício da Cinemateca Brasileira na Vila Leopoldina na noite de 29 de julho de 2021 foi um desastre para a cultura brasileira, para o cinema, para a nossa memória e identidade”, denunciam os deputados.

Eles consideram o ocorrido “um crime anunciado”, pois segundo manifesto dos trabalhadores da Cinemateca, há mais de um ano, eles denunciaram publicamente a possibilidade de incêndio nas dependências da Cinemateca pela ausência de quaisquer trabalhadores de documentação, preservação e difusão.

Os deputados lamentam o “abandono” da Cinemateca Brasileira pelo governo federal e a demissão de todo seu corpo técnico.

Foram convidados para a audiência, entre outros:

diretor do Departamento de Políticas Audiovisuais, Hélio Ferraz de Oliveira;
a representante do Movimento dos Trabalhadores da Cinemateca Brasileira,  Rosa de Souza;
o cineasta e representante do movimento SOS Cinemateca, Francisco Martins.

0 Shares
You May Also Like