Divulgação/Agência São Luís Segundo estudo, apenas 2% do lixo urbano é reciclado no Brasil

Comissão debate fomento e estímulos à reciclagem

0 Shares
0
0
0
0

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável debate nesta sexta-feira (24) a possiblidade de fomento e de estímulos à reciclagem em suas várias etapas e níveis, desde catadores até o processo final. O debate foi solicitado pela deputada Carla Zambelli (PSL-SP).

A deputada destaca que, devido à grande quantidade de lixo gerada todos os dias no mundo, a reciclagem vem se tornado uma atitude indispensável para a manutenção da saúde das pessoas e do planeta. “De acordo com dados de um estudo realizado pela Associação Empresarial para Reciclagem, o Brasil produz mais de 240 mil toneladas de lixo por dia, dos quais 45% é reciclável. No entanto, o País recicla apenas 2% do lixo urbano produzido”, afirma.

Carla Zambelli espera, com o debate, entender as particularidades do tema e ouvir setores de interesse a fim de elaborar um projeto de lei que atenda à sociedade civil.

Foram convidados:
– o presidente da Associação Brasileira para a Reciclagem de Resíduos de Construção e Demolição (Abrecon), Heweton Bartoli;
– o presidente do Sindicato dos Aparistas do Estado de São Paulo (Sinapesp), José Carlos da Costa;
– a diretora da MassFix – Reciclagem de Vidros, Juliana Schunck;
– o presidente do Sindicato do Comércio Atacadista de Sucata Ferrosa e Não Ferrosa do Estado de São Paulo (Sindinesfa), Rafael Barros;
– o presidente da Associação Brasileira das Empresas de Reciclagem de Pneus e Artefatos de Borracha (Arebop), Amauri Marchi Junior; e
– o representante do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR) Roberto Laureano.

 

0 Shares
You May Also Like