Divulgação/Compagas Aumento de preço impacta no orçamento das famílias

Comissão discute política de reajuste do gás no estado do Rio de Janeiro

0 Shares
0
0
0
0

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados promove audiência pública na terça-feira (28) para discutir a política de reajuste de preço do gás no estado do Rio de Janeiro e seus impactos na economia local.

O debate é uma iniciativa do deputado Aureo Ribeiro (Solidariedade-RJ). Ele afirma que a Petrobras alterou recentemente o valor do gás natural vendido às distribuidoras de todo o País, e esse aumento chegou ao bolso do consumidor.

“No Rio de Janeiro, o reajuste do gás vendido pela Petrobras foi de 42,3%, enquanto a inflação média, até março, foi de 6%. Para o consumidor, o impacto é ainda maior, pois são adicionadas outras taxas, como a fatia da distribuição e revenda e impostos estaduais”, comenta.

Na opinião do parlamentar, por ser um estado produtor, o Rio de Janeiro deveria ter um gás mais competitivo para atrair empresas e oferecer a seus consumidores preços mais condizentes. “Os aumentos constantes acontecem em meio à pandemia, ao desemprego recorde e à alta na inflação. A população mais pobre é a que mais sofre”, alerta.

Foram convidados para a audiência: a presidente da Naturgy – Companhia Distribuidora de Gás do Rio de Janeiro, Kátia Repsold; e representantes da Secretaria do Consumidor do Ministério da Justiça; da Petrobras; da Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro; do Tribunal de Contas da União (TCU); e dos ministérios da Economia; e de Minas e Energia.

 

0 Shares
You May Also Like