Deputados buscam tornar obrigatória a prestação de socorro a animais atropelados

0 Shares
0
0
0
0

A obrigatoriedade de prestar socorro aos animais atropelados no estado de Goiás é postulação dos deputados Henrique Arantes (MDB) e Thiago Albernaz (Solidariedade), formalizada através do projeto de lei nº 7017/21, que iniciou tramitação na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego).

“A presente matéria tem como objetivo resguardar a proteção animal no Estado de Goiás ao coibir a omissão de socorro aos animais atropelados. Atualmente, não existe legislação especifica que cobre providências ao autor de atropelamento de animais. O socorro imediato aumenta a chance de sobrevivência não só de pessoas, mas também dos animais”, reza a justificativa parlamentar.

Arantes e Albernaz argumentam que estão atentos às demandas conferidas aos mandatos de deputado estadual que exercem no momento. Lembram que o art. 32 da Lei 9605/98 – Lei dos Crimes Ambientais – estabelece pena e multa para todos aqueles que maltratarem, abusarem, ferirem, ou mutilarem animais silvestres, domésticos, domesticados, nativos, ou exóticos, mas não trata de forma compulsória a prestação do socorro em caso de atropelamento.

“Assim, pretendemos reduzir o número de atropelamento de animais neste estado com a devida conscientização da população goiana. A própria Constituição Federal assegura o direito à proteção dos animais”, ressaltam os parlamentares.
A propositura foi encaminhada à Secretaria de Apoio Legisaltivo.

0 Shares
You May Also Like