Goalball: seleção feminina avança e enfrentará EUA nas semifinais

0 Shares
0
0
0
0

A seleção brasileira feminina de goalball venceu nesta quarta-feira (1º) a China por 1 a 0 no segundo tempo da prorrogação e permanece na briga por medalha inédita em Paralimpíadas na edição dos Jogos em Tóquio (Japão). As brasileiras terão pela frente os Estados Unidos que derrotaram hoje (1º) o Comitê Paralímpico Russo RPC, sigla em inglês), por 5 a 3, no outro confronto pelas quartas de final. O duelo valendo vaga na final do goalball feminino, entre Brasil e EUA, será nesta quinta-feira (2), às 7h30 (horário de Brasília), no Centro de Convenções Makuhari Messe, na cidade de Chiba.

 

Na fase de grupos o Brasil não teve vida fácil. Contra os Estados Unidos, as brasileiras perderam por 6 a 4 na estreia dos Jogos. Na sequência, o empate com o anfitrião Japão por 4 a 4 e o revés para a Turquia por 8 a 4 deixaram o país precisando vencer na última rodada para passar de fase. Mas contra o atual campeão africano Egito, a seleção sul-americana deslanchou e goleou por 11 a 1.

Jogo

Brasil e China fizeram um jogo em sua totalidade equilibrado. Os ataques de ambas as equipes não estavam afiados, entretanto as defesas mostraram estar bem ajustadas. Nos dois primeiros tempos de 20 minutos, o placar se manteve inalterado: 0 a 0.

Com o empate no tempo normal, a vaga para as semifinais foi disputada em uma prorrogação com dois tempos de três minutos. Quem fizesse o gol primeiro (golden goal, o gol de ouro), avançaria à próxima fase. Na primeira etapa, a bola permaneceu sem estufar a rede. Já no segundo tempo, Ana Carolina Custódio balançou a rede, marcando o gol que classificou o Brasil às semifinais.

 

0 Shares
You May Also Like