Gomide questiona ampliação, manutenção e extinção de novas turmas em unidades da UEG

0 Shares
0
0
0
0

Quanto ao orçamento, Antônio Gomide questionou a aplicabilidade dos 25% dos recursos destinados à UEG, que perdeu 2% do seu orçamento anual.

Quanto ao Pró-Campus, Gomide ressaltou a descentralização dos recursos nas unidades complementares a exemplo da ampliação de turmas nas cidades de Uruaçu, Itaberaí, Inhumas, Morrinhos, Santa Helena de Goiás, Quirinópolis e Iporá.No que tange à manutenção das turmas nos municípios de Formosa, Luziânia, Pires do Rio, Caldas Novas, Ipamerí, Palmeiras de Goiás, Anápolis, Trindade, São Luís dos Montes Belos e Jaraguá e a redução da quantidade de turmas do primeiro período de 2021 nas cidades de Goiás, Porangatu e Itumbiara.

Unidades sem novas turmas em 2021, São Miguel do Araguaia, Minaçu, Campos Belos, Posse, Niquelândia, Crixás, Ceres, Goianésia, Pirenópolis, Silvânia, Edéia, Sancrelândia, Itapuranga, Jussara, Jataí e Mineiros. É importante ressaltar essa realidade da UEG, ponderou Gomide.

0 Shares
You May Also Like