Virmondes defende política de apoio ao cooperativismo da agricultura familiar

0 Shares
0
0
0
0

A fim de instituir a Política Estadual de Apoio ao Cooperativismo da Agricultura Familiar em Goiás, tramita no Poder Legislativo estadual o processo nº 6780/21, de autoria do deputado Virmondes Cruvinel (Cidadania). A finalidade é beneficiar o setor cooperativista por meio do conjunto de atividades exercidas pelo poder público da administração direta e indireta e do setor privado.

Em sua argumentação, no texto do projeto, o parlamentar assinala a importância da ferramenta que é o cooperativismo. “Ele transforma e trabalha o crédito rural além do foco financeiro, estimulando e fomentando o setor como um todo, com destaque para a atuação na formação, modernizando o campo com educação, informação e estrutura, fortalecendo as ações para a sucessão na propriedade e, como consequência, ocasionando a diminuição do êxodo rural.”

O deputado enfatiza a atuação das cooperativas como um agente transformador do espaço rural em multifuncional, desmistificando o atraso e apresentando o campo como um grande gerador de oportunidade de trabalho, renda e qualidade de vida. “Existe uma evolução constante no cooperativismo de crédito solidário, alcançando resultados significativos em seus indicadores que refletem o enorme e constante investimento em capacitação, profissionalização, gestão e governança.”

O legislador ainda pontua que os produtores organizados em cooperativa possuem mais força no mercado e também para reivindicar, do governo, recursos financeiros. “A força desses agricultores familiares reside no fato de eles estarem em conjunto com outros agricultores.”
Ao finalizar, Cruvinel salienta que a matéria deve ser observada, mas não apenas sob uma perspectiva, uma vez que é preciso também estar atento e observar se de fato os ganhos das cooperativas estão sendo repassados para os cooperados de forma justa, e isso só é possível com a participação e envolvimento de todos.

Encaminhada à Comissão de Constituição, Justiça e Redação, a propositura está sob relatoria do deputado Amilton Filho (Solidariedade).

0 Shares
You May Also Like