A árvore carobinha, muito utilizada no reflorestamento, é o tema dessa semana da série “Eu Amo o Cerrado”

0 Shares
0
0
0
0

Encontrada em diversos biomas, como na Mata Atlântica, em matas de araucária e florestas montanas, é no Cerrado que a carobinha se adapta melhor.Mas não é somente na natureza que a árvore é encontrada. A espécie também pode ser vista nas ruas de várias cidades, por ser de porte médio e não atrapalhar a fiação elétrica. Mas, além dessa característica, a beleza da florada roxa da carobinha, que acontece entre agosto e setembro, também é um fator determinante para a escolha da espécie para ornamentar as ruas das cidades. Um contraste e tanto com o cinza frio do concreto que domina, especialmente as grandes metrópoles. 
Além da beleza única, a árvore também possui madeira maleável, de boa qualidade, para utilização em ambientes internos, já que não apresenta muita resistência à umidade. Na construção civil, é transformada em ripas, rodapés, portas e forros. A carobinha ainda é usada na indústria calçadista, moveleira, especialmente para itens de pequeno porte e na caixotaria em geral. Artesãos também se valem das cascas das sementes para confecção de peças decorativas. 
A espécie tem, ainda, uma outra função importantíssima: é uma árvore com grande vocação para plantio em reflorestamentos mistos, já que apresenta um crescimento acelerado. 
Agora que você já conhece um pouco mais sobre a carobinha, que tal dar uma passadinha nas redes sociais da Alego e procurar pela série Eu Amo Cerrado? Tem diversas outras espécies destacadas na campanha.  As postagens são sempre às sextas-feiras, no Facebook, Twitter e Instagram. 

0 Shares
You May Also Like