Michel Jesus/Câmara dos Deputado Luiza Canziani: cursos de graduação em Medicina no Brasil carecem da disciplina

Comissão debate ensino de cuidados paliativos nos cursos de Medicina

0 Shares
0
0
0
0

A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados realiza audiência pública nesta sexta-feira (1º) para discutir o ensino de cuidados paliativos nos cursos de Medicina.

O debate foi proposto pela deputada Luísa Canziani (PTB-PR). Para ela, cuidados paliativos devem ser compreendidos como uma modalidade assistencial para pessoas com doenças que não podem mais ser curadas, com o objetivo de aliviar o sofrimento.

“O envelhecer e a morte são temas desafiadores junto aos profissionais que possuem no seu imaginário a cura de doenças como meta a ser perseguida. Muitas vezes, desconsiderando outros recursos terapêuticos com finalidade não curativa”, diz. “A intensificação da capacitação em Cuidados Paliativos Gerais é pertinente no ensino desde a graduação, sendo uma estratégia que corrobora para a desospitalização e maior satisfação dos usuários”, aponta.

De acordo com a deputada, o ensino da disciplina na graduação desperta a atenção dos futuros médicos, podendo melhorar o cuidado e a qualidade de vida do paciente em todas as áreas de atuação e especialidades. “Embora seja considerado importante, os cursos de graduação em Medicina no Brasil carecem de disciplina em cuidados paliativos”, ressalta Luiza.

Convidados
Foram convidados para discutir o assunto:
– o diretor de Desenvolvimento da Educação em Saúde da Secretaria de Ensino Superior do Ministério da Educação, Sérgio Henrique da Silva Santos;
– o conselheiro da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação, Luiz Roberto Liza Curi;
– a diretora da Comissão de Defesa Profissional  da Associação Médica Brasileira (AMB), Miyuki Goto;
– a conselheira do Conselho Federal de Medicina (CFM) Maíra Pereira Dantas;
– a integrante da Comissão Técnica de Atenção Básica do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) Maria Alex Sandra Costa Lima Leocácio;
– a médica geriatra especialista em Cuidados Paliativos e Suporte ao Luto, Ana Claudia Quintana Arantes;
– a advogada, mestranda em bioética pela PUC-PR, especialista em direito da medicina pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, associada à Academia Nacional de Cuidados Paliativos, Franciane Campos.

A audiência está marcada para as 9 horas, no plenário 8. Os interessados podem participar enviando perguntas, críticas e sugestões por meio do portal e-Democracia.

0 Shares
You May Also Like