Marcelo Camargo/Agência Brasill Governo já gastou R$ 300 bilhões com o auxílio emergencial

Comissão debate impacto do auxílio emergencial na economia

0 Shares
0
0
0
0

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados promove audiência pública nesta quinta-feira (7) para debater o impacto fiscal do auxílio emergencial. O debate será realizado às 10 horas, no plenário 13.

O deputado Jorge Solla (PT-BA), que pediu a audiência, citou o estudo intitulado “Salvando vidas e a economia: a importância dos gastos públicos na crise causada pela Covid-19”, assinado pelos economistas Rodrigo Toneto, Matias Cardomingo e Laura Carvalho, que, segundo ele, faz análise sobre as repercussões econômicas dos gastos públicos no combate ao novo coronavírus, mais notadamente a transferência de renda realizada via auxílio emergencial.

“Os dados encontrados pelos pesquisadores demonstram que os R$ 300
bilhões que o governo federal gastou com o auxílio emergencial
impediu uma queda maior do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020. Em um
cenário sem o benefício, diz o estudo, a queda do PIB seria de pelo menos
8,4% — quatro pontos percentuais a mais do que o esperado pelo mercado. No pior cenário sem o auxílio, a queda poderia chegar a 14,8%”, disse o deputado.

Debatedores
Confirmaram presença na audiência:
– o subsecretário de Planejamento Estratégico da Política Fiscal do Ministério da Economia, David Rebelo Athayde;
– o subsecretário da Dívida Pública do Ministério da Economia, Otavio Ladeira de Medeiros;
– o pesquisador do Centro de Pesquisa em Macroeconomia das Desigualdades da Universidade de São Paulo (USP), Matias Cardomingo; e
– o pesquisador do Centro de Gestão e Políticas Públicas do Insper, Naercio Menezes Filho.

0 Shares
You May Also Like