Comissão debate instituição do “Setembro Azul” voltado para a inclusão de surdos

0 Shares
0
0
0
0
Pierre Triboli/Câmara dos Deputados
Cúpula da Câmara iluminada de azul

A Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Câmara dos Deputados debate nesta segunda-feira (18) a criação da campanha Setembro Azul, sobre acesso e inclusão da comunidade surda. A realização da audiência é uma etapa necessária para a instituição de nova data comemorativa.

O deputado Fabio Trad (PSD-MS), que propôs o debate, destaca que no mês de setembro encontra-se algumas datas importantes para a comunidade surda, tais como: no dia 10, comemora-se o Dia Mundial da Língua de Sinais; no dia 26, o Dia Nacional dos Surdos, e, no dia 30, o Dia internacional do Surdo.

Foram convidados:

– a primeira-dama do Brasil, Michele Bolsonaro;
– a atleta surdolímpica pela Confederação Brasileira de Desporto de Surdos (CBDS), Marcele Félix dos Santos Jordão;
– o professor de Educação Física Leandro Azevedo;
– a pedagoga do curso bilíngue do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), Jacqueline Félix;
–  o presidente da Associação de Tradutores Intérpretes e Guia-intérpretes de Lingua de Sinais do Estado do Rio de Janeiro e diretor Regional Sudeste da Federação Brasileira dos Profissionais Tradutores intérpretes e Guia Intérpretes de Língua de Sinais, Lenildo Souza; e
– representantes da Confederação Brasileira Desportiva de Surdos e da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos.

O debate será realizado às 10 horas, no plenário 6. O público pode acompanhar o debate e participar da discussão pela internet.

0 Shares
You May Also Like