Produção de radioisótopos no Brasil é tema de novo debate na terça-feira

0 Shares
0
0
0
0
Diogo Moreira/A2 Fotografia/Governo de São Paulo
Radioisótopos são usados para diagnosticar e tratar câncer

A comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa a produção de radioisótopos de uso médico pela iniciativa privada realiza nova audiência pública na próxima terça-feira (19).

O colegiado analisa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 517/10, do Senado, que autoriza a iniciativa privada a produzir todos os radioisótopos de uso médico. Hoje, a iniciativa privada pode comercializar e utilizar apenas radioisótopos com meia-vida igual ou inferior a duas horas.

Os outros radioisótopos só podem ser produzidos pelo Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen), em São Paulo, e pelo Instituto de Engenharia Nuclear (IEN), no Rio de Janeiro.

No mês passado, no entanto, o Ipen, que é vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, suspendeu essa produção por falta de verba. Alguns dias depois o Ministério da Economia liberou um crédito suplementar de R$ 19 milhões mas o Ipen afirmou que precisava de R$ 89 milhões.

Na quinta-feira passada, o Congresso aprovou um crédito de R$ 63 milhões para produção de radiofármacos. O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, no entanto, disse que esses recursos precisam ser liberados rapidamente para evitar nova interrupção. O texto aprovado pelos parlamentares ainda precisa ser sancionado pelo presidente da República.

Debatedores
Desta vez foram convidados para discutir o assunto:
– o diretor do Ipen, Wilson Aparecido Parejo Calvo;
– um representante do Ministério da Saúde;
– um representante da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa);
– um representante do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações; e
– um representante da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN).

A audiência foi sugerida pelo relator da comissão especial, deputado General Peternelli (PSL-SP), e pelos deputados do PT Jorge Solla (PT-BA) e Alexandre Padilha (PT-SP), que foi ministro da Saúde no Governo Dilma.

A reunião será realizada às 9 horas, no plenário 7.

0 Shares
You May Also Like