Pablo Valadares/Câmara dos Deputados Costa quer facilitar identificação de quem usa esses produtos para matar cães e gatos

Projeto determina identificação de comprador de inseticida que oferece risco a animal doméstico

0 Shares
0
0
0
0

O Projeto de Lei 1920/21 obriga os vendedores de inseticidas e raticidas que podem provocar a morte de cães e gatos domésticos a exigir a identificação dos compradores, inclusive a comprovação do endereço residencial. A proposta tramita na Câmara dos Deputados.

O texto é de autoria do deputado Fred Costa (Patriota-MG) e altera a lei que trata da vigilância sanitária sobre produtos farmacêuticos (Lei 6.360/76).

O objetivo do projeto, segundo o deputado, é facilitar a identificação de pessoas que usam inseticidas a raticidas para matar animais domésticos. “O envenenamento intencional de animais de companhia, que os leva cruelmente à morte após intensa agonia e dor, é um crime capaz de causar traumas e intenso sofrimento aos tutores desses animais”, disse Costa.

Punição
A proposta estabelece ainda que o vendedor que comercializar os produtos sem exigir os documentos comprovatórios também poderá ser condenado pelo crime de abuso e maus-tratos a cães e gatos, cuja pena é de reclusão de dois a cinco anos, além de multa e a proibição de guarda.

Essa pena foi criada recentemente pela Lei 14.069/20, que alterou a Lei dos Crimes Ambientais. A norma é oriunda de proposta do deputado Fred Costa.

 

0 Shares
You May Also Like