Agropecuária em Goiás deve fechar 2022 com Valor Bruto de Produção recorde

0 Shares
0
0
0
0
0
0

A agropecuária goiana deve fechar o ano com número recorde de R$ 106,3 bilhões em Valor Bruto de Produção (VBP). O indicador é revisado mensalmente pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Divulgado na última quinta-feira (13/10), o novo relatório do órgão federal traz estimativa de queda (-0,62%) para o VBP da agropecuária nacional e de alta (+1,78%) para o setor estadual — na comparação com o desempenho de 2021. O resultado goiano tem forte influência da agricultura, puxada pelas lavouras de soja, cana-de-açúcar, batata inglesa e tomate, entre outros produtos.

“O ano de 2022 vai se consolidando como um dos melhores da história do agronegócio em Goiás. Estamos colhendo recordes em vários indicadores importantes, e o VBP é um deles. Com esses R$ 106,3 bilhões, atingimos o maior Valor Bruto de Produção da série histórica do agronegócio goiano, conforme a avaliação do Mapa”, comemora o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tiago Mendonça.

Para o secretário, o mérito principal pelo resultado é, claro, do produtor goiano, “que se profissionalizou e está sabendo aproveitar as oportunidades de mercado”, mas também do Governo de Goiás, que ofereceu todo o apoio possível, e das entidades do setor. “Sempre trabalhamos juntos e vamos continuar trabalhando”, acrescenta.

Em Goiás, o Valor Bruto de Produção da agricultura deve crescer 6,6%, atingindo R$ 74,9 bilhões. O principal produto da pauta agro estadual, a soja, deve registrar aumento de 11,0%, passando de R$ 37,2 bilhões para R$ 41,3 bilhões. Já o VBP da cana deve subir 10,1%, saindo de R$ 11 bilhões para R$ 12,1 bilhões. O maior percentual de crescimento, no entanto, deve ser observado na batata-inglesa, 163,1%, chegando a R$ 594,1 milhões.

Ainda de acordo com a projeção do Mapa, o tomate também deve se destacar positivamente, com alta de 9,6% na comparação com o ano anterior. O VBP das lavouras do fruto deve chegar a R$ 3,7 bilhões. Outros itens com projeção de bons desempenhos são uva (28,2%), algodão (22,6%), café arábica (22,5%), feijão (15,8%), mandioca (13,4%), trigo (4,7%) e laranja (0,12%).

O Valor Bruto da Produção da pecuária goiana, por outro lado, deve recuar 8,19% em 2022, totalizando R$ 31,3 bilhões. A estimativa do Mapa para os VBPs de bovinos é de R$ 15,4 bilhões; frangos, R$ 8,0 bilhões; leite, R$ 5,5 bilhões; suínos, R$ 1,1 bilhão; e ovos; R$ 1,0 bilhão.

Saiba mais
O Valor Bruto da Produção Agropecuária mostra a evolução do desempenho das lavouras e da pecuária ao longo do ano e corresponde ao faturamento bruto dentro do estabelecimento. É calculado com base da produção da safra agrícola e da pecuária, e nos preços recebidos pelos produtores nas principais praças do País, dos 26 maiores produtos agropecuários do Brasil.

Foto: Wenderson Araujo/CNA

O post Agropecuária em Goiás deve fechar 2022 com Valor Bruto de Produção recorde apareceu primeiro em Agência Cora Coralina de Notícias.

0 Shares
You May Also Like