Amauri Ribeiro mantém seu voto com os ruralistas e reforça sua defesa do Governo

0 Shares
0
0
0
0
0
0

Ao discutir da tribuna os projetos de lei que possibilitam a criação de fundo de infraestrutura (Fundeinfra) com contribuição de até 1,65% paga pelo setor do agronegócio, o deputado Amauri Ribeiro (UB) voltou a se posicionar contra as matérias e lembrou aos ruralistas que não podia ficar contra o setor que representa na Alego, mesmo fazendo parte da base aliada do governador Ronaldo Caiado. O parlamentar também repassou o comentário do chefe do Poder Executivo sobre essas duas matérias serem as mais difíceis que ele já apresentou, colocando em jogo 35 anos de sua trajetória política como defensor do agronegócio para salvar Goiás de uma situação difícil.
“Talvez esse seja meu diferencial, sendo deputado da base e votando contra propostas do Governo por conhecer a realidade do Estado”, declarou.
Amauri Ribeiro defendeu o Governo Estadual, lembrando que a redução do ICMS dos combustíveis impactou as contas do tesouro, ao contrário das alegações da oposição de que está sobrando dinheiro. O parlamentar disse que continuará coerente em seu posicionamento alinhado com os produtores rurais, elencando projetos de lei de sua autoria que contemplaram a classe, e lutando pela atual gestão estadual que ele acredita.
O representante do União Brasil ainda explicou que Caiado não encaminhou à Alego os projetos de lei que viabilizam o Fundeinfra antes da eleição porque o presidente Jair Bolsonaro fez um compromisso com os governadores de repor as perdas relativas à tributação sobre os combustíveis, mas que o mandatário do Planalto não venceu as eleições. “Agora quem vai repor essas perdas, o PT?”, indagou.

0 Shares
You May Also Like