Bruno Soares inicia jornada por 5º título no US Open com vitória

0 Shares
0
0
0
0
0
0

Dono de quatro títulos do US Open (dois nas duplas masculinas e dois nas duplas mistas), Bruno Soares largou com vitória na edição deste ano do Grand Slam de Nova York (Estados Unidos). Nesta quinta-feira (1), a parceria do mineiro, número 33 do mundo pela Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), com o britânico Jamie Murray (14º), levou a melhor sobre os anfitriões norte-americanos Hunter Reese (78º) e Max Schnur (88º), ao ganhar por 2 sets a 0 (duplo 6/3), em uma hora e 13 minutos de jogo.

Na segunda rodada, Bruno e Murray encaram os poloneses Hugo Nys (54º) e Jan Zielinski (42º), que estrearam vencendo o francês Fabrice Martin (50º) e o britânico Johnny O’Mara (61º), também por 2 a 0, com parciais de 7/6 (8/6) e 6/1, depois de uma hora e 28 minutos. O duelo ainda será marcado, mas a previsão é que já ocorra nesta sexta-feira (2).

Ainda nesta quinta, Beatriz Haddad Maia entra em quadra pela primeira rodada da chave de duplas femininas. Duplista número 23 do ranking da Associação de Tênis Feminino (WTA, na sigla em inglês), a paulista tem a cazaque Anna Danilina (18ª) como parceira. O duelo com a polonesa Magda Linette (41ª) e a sérvia Aleksandra Krunic (43ª) tem previsão de início às 17h (horário de Brasília).

Na quarta-feira (31), Bia deu adeus ao torneio individual feminino na segunda rodada. A brasileira, 15ª do mundo em simples, não resistiu à canadense Bianca Andreescu (48ª), que ganhou por 2 sets a 0 (6/2 e 6/4) em uma hora e 28 minutos de partida.

Os outros brasileiros que atuaram nesta quinta tropeçaram. Menos de 24 horas após ser eliminado na segunda rodada do torneio individual, Thiago Monteiro, 67º da ATP em simples, competiu nas duplas masculinas. A parceria do cearense, 264º duplista do ranking, com o alemão Daniel Altmaier (93º em simples, 315º em duplas), foi superada logo na estreia pelo croata Ivan Dodig (17º) e pelo norte-americano Austin Krajicek (32º), em sets diretos, com parciais de 6/7 (5/7) e 2/6, em uma hora e 34 minutos.

Também nas duplas masculinas, o gaúcho Rafael Matos (38º) e o espanhol Daniel Vega Hernandez (40º) caíram na primeira rodada para o francês Fabien Reboul (69º) e para o equatoriano Diego Hidalgo (79º), por 2 sets a 1, de virada. As parciais foram 6/3, 6/7 (4/7) e 6/7 (7/10), em duas horas e 42 minutos. Na quarta, Rafael já havia dado adeus nas duplas mistas, onde jogou ao lado da ucraniana Lyudmyla Kichenok (11ª da WTA). Eles foram eliminados pela parceria de Hernandez com a letã Jelena Ostapenko (9ª do ranking feminino).

Além de Bruno e Bia, mais dois brasileiros estão vivos no US Open, ambos nas duplas masculinas. O mineiro Marcelo Melo, duplista número 45 do ranking, que atua com o sul-africano Raven Klaasen (73º), terá pela frente o britânico Lloyd Glasspool (26º) e o finlandês Harri Heliovaara (21º), pela segunda rodada. A expectativa é de que a partida ocorra nesta sexta, ainda sem horário definido.

Pela mesma fase, o gaúcho Marcelo Demoliner (173º) e o português João Sousa (296º em duplas, 59º em simples) aguardam os vencedores do confronto entre os espanhóis Feliciano Lopez (70º) e Jaume Munar (197º em duplas, 57º em simples) e os franceses Arthur Rinderknech (138º em duplas, 58º em simples) e Benjamin Bonzi (124º em duplas, 50º em simples). O duelo será nesta quinta, com previsão de início às 18h.

0 Shares
You May Also Like