Cães e gatos de Aparecida são imunizados no segundo sábado de vacinação antirrábica

0 Shares
0
0
0
0
0
0

Com o objetivo de ampliar a cobertura vacinal de cães e gatos e facilitar o acesso da população aos serviços, a Secretaria de Saúde de Aparecida (SMS) está realizando, desde o último 27 de agosto e por cinco sábados consecutivos, a Campanha da Vacinação Antirrábica. No total, a mobilização abrange mais de 50 postos espalhados pela cidade com funcionamento sempre das 8h às 17h.

Neste sábado, 3 de setembro, as ações são feitas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) Madre Germana, Jardim dos Ipês, Delfiori, Anhambi, Alto Paraíso, Boa Esperança, Tiradentes e Jardim Florença, bem como na Escola Municipal São Francisco de Assis e no Colégio Estadual Dom Bosco.

Além disso, a Unidade de Vigilância em Zoonoses da SMS (Rua Rodeio, S/N – Quadra 54 – St. Pontal Sul), aplica a vacina antirrábica diariamente, de segunda-feira a sábado, das 8h às 17h, e também oferece vacinação em domicílio, via agendamento, para quem tem mais de cinco animais. A solicitação deve ser feita pelos números 3545-5921 e 3545-5922 de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h às 17h.

O médico veterinário João Eduardo Nicaretta, da equipe da Zoonoses, informa que a vacinação a domicílio também atende a situações como dificuldade de locomoção dos donos dos animais; tais como pessoas acamadas e deficientes físicos, ou que têm animais mais agressivos. “Na modalidade domiciliar temos tido bastante procura, uma média de 30 agendamentos diários”, frisa ele.

Jovens donos conscientes

Um fato curioso marcou este sábado na sede da Zoonoses: a presença de crianças e adolescentes levando seus pets pra vacinar. Conscientes, eles demonstram estar atentos à Saúde de seus bichos. É o caso de Ana Elizabete, 12 anos, que levou a cachorrinha Priscilla para ser vacinada na companhia do vovô Edivan Alves dos Santos, 67 anos. Moradores do Jardim Itapuã, eles chegaram cedo na sede da Zoonoses.

“A Priscilla está nervosa, mas não deu trabalho e fiquei com ela no colo na hora da agulhada. Trago ela pra vacinar para que não pegue a raiva”, explicou a garota. Já o avô Edivan elogiou a vacinação perto da casa deles: “É bom demais, a gente não gasta tempo e é preciso ter zelo com um bichinho tão carinhoso”.

Minutos depois, Maria Eduarda de Oliveira, 13 anos, moradora do Pontal Sul, chegou na Zoonoses trazendo o pinscher malhado Billy, que chegou agitado, rosnando e tremendo. Com carinho ela acalmou o cãozinho e deu seu recado: “É muito errado não vacinar, eles têm que ser vacinados em todas as campanhas, e foi tão prático e tranquilo trazer aqui. Não deixem de proteger seus bichinhos!”

Vacinação segura e gratuita

O chefe da Unidade de Vigilância em Zoonoses, Thulio Durães, ressaltou a importância da vacinação: “Os cães e gatos contaminados podem vir a óbito em até uma semana após apresentar sinais como agressividade, medo, depressão, ansiedade e demência. Isso pode ser evitado preventivamente com a vacinação, que é uma medida segura, simples e gratuita que confere proteção e mais segurança para os bichos e a comunidade onde eles vivem”.

Bichos que precisam ser vacinados

O médico veterinário João Eduardo Nicaretta relata que a meta é vacinar mais de 72 mil animais em Aparecida. Para receber a imunização, os bichos têm que ter mais de três meses de idade, incluindo fêmeas prenhas ou que acabaram de ter filhotes e estejam amamentando: “Só não se deve vacinar animais doentes, subnutridos, com alta carga parasitária e em condições de estresse. Mas antes da aplicação, nosso pessoal avalia cada caso e orienta os tutores”.

A raiva não pode voltar

“As pessoas têm atendido ao chamado para trazer seus animais, mas a procura poderia ser maior. Todos devem se atentar sobre onde são os postos a cada sábado e levar seus cães e gatos. A atualização da caderneta de vacinação é muito importante para manter a saúde do animal. A raiva está controlada desde 2012 em Aparecida graças à vacinação então temos que manter e até ampliar essa proteção para que essa doença não retorne para o município”, enfatiza João Eduardo.

Confira as datas e a lista de postos de vacinação, sempre com funcionamento das 8h às 17h:

De segunda-feira a sábado há o posto fixo na Unidade de Vigilância de Zoonoses de Aparecida de Goiânia.

3 de setembro

UBS Madre Germana
UBS Jardim dos Ipês
UBS Delfiori
UBS Anhambi
UBS Alto Paraíso
UBS Boa Esperança
UBS Tiradentes
UBS Jardim Florença
Escola Municipal São Francisco de Assis
Colégio Estadual Dom Bosco

10 de setembro

UBS Garavelo Park
UBS Caraíbas
UBS Bandeirantes
Escola Municipal Vilmar G. da Silva
Colégio Estadual Buriti Sereno Garden
Escola Evangélica Maranata
Escola Municipal Levina M.V. de Oliveira
Escola Estadual Simino R. de Siqueira
Escola Municipal Amélia Cândida Brasil
Escola Municipal Ari Caetano da Costa

17 de setembro

UBS Cândido de Queiroz
UBS Papilon Park
UBS Cruzeiro do Sul
UBS Bairro Ilda
Cais Nova Era
Escola Municipal Rogério Bonifácio
Escola Municipal Giomar Rosa de Oliveira
Escola Municipal Cidade Vera Cruz
Colégio Estadual Professor Gervásio S. Dourado.

24 de setembro

UBS Parque das Nações
UBS Colina Azul
UBS Independência Mansões
UBS Andrade Reis
UBS Veiga Jardim
UBS Santo André
Escola Municipal Roque Inocêncio
Escola Municipal Olentino Xavier da Costa
Escola Municipal Sebastiana Lourenço Camilo
Escola Municipal Deraldo Lisboa
Parque da Família – Avenida Independência

0 Shares
You May Also Like