Campanha de 21 dias dará visibilidade à rede de atendimento para mulheres em situação de violência

0 Shares
0
0
0
0
0
0

Para conscientizar a população sobre a situação de violência em que vivem algumas mulheres brasileiras, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos deu início, na segunda-feira (21/11), nas redes sociais do ministério, à campanha ‘21 dias pelo fim da violência contra a mulher’, que terá como foco tornar a rede de atendimento voltada para esse público cada vez mais conhecida pelas brasileiras.  

 

Conheça a rede de atendimento  

Delegacias especializadas, Casas da Mulher Brasileira (CMBs) e canais de denúncias como o Ligue 180 – disponibilizado pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos  – integram a rede de atendimento às mulheres em situação de violência. Em todo o país, os serviços são oferecidos por órgãos da saúde, segurança pública, justiça e assistência social.  

Entre eles também estão os Núcleos Integrados de Atendimento à Mulher (NUIAMs), ligados às Polícias Civis, assim como as Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher (DEAMs); os Centros de Referência de Atendimento à Mulher (CRAMs); os Centros Especializados de Atendimento à Mulher (CEAMs); os Núcleos de Atendimento à Mulher nas Defensorias Públicas; os Núcleos de Gênero dos Ministérios Públicos estaduais; os observatórios de violência contra a mulher e as unidades de saúde voltadas ao público feminino. 

Continue lendo: 

Campanha do Laço Branco 

A jornada dos ‘21 dias pelo fim da violência contra a mulher’ se encerrará no próximo dia 6 de dezembro, culminando com o início da campanha do Laço Branco: homens pelo fim da violência contra a mulher, encabeçada pelo Ministério das Comunicações. Historicamente, a referida ação teve início quando um grupo de homens canadenses decidiu se organizar para declarar que existem homens que cometem violência contra a mulher, mas existem também aqueles que repudiam essa atitude. Eles elegeram o laço branco como símbolo e adotaram como lema: jamais cometer um ato violento contra as mulheres e não fechar os olhos frente a essa violência. 

Lançaram, assim, a primeira Campanha do Laço Branco (White Ribbon Campaign): homens pelo fim da violência contra a mulher. No primeiro ano da campanha foram distribuídos cerca de 100 mil laços entre os homens canadenses, principalmente entre os dias 25 de novembro e 6 de dezembro, semana que concentra um conjunto de ações e de manifestações públicas em favor dos direitos das mulheres e pelo fim da violência. O dia 25 de novembro foi proclamado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia Internacional de Erradicação da Violência contra a Mulher. 

Com informações do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

0 Shares
You May Also Like