Central 156 agora tem atendimento em Libras

0 Shares
0
0
0
0
0
0

A Central de Atendimento online 156 do Governo do Distrito Federal (GDF) agora conta com serviço também em Língua Brasileira de Sinais (Libras). A ação inclusiva tem o objetivo de garantir aos surdos e pessoas com deficiência auditiva o acesso à informação e aos serviços públicos prestados por diversos órgãos governamentais. O lançamento ocorreu no final da manhã desta segunda-feira (4), no Palácio do Buriti.

Novidade no atendimento, lançada no Palácio Buriti, nesta segunda-feira (4), beneficia população com deficiência auditiva | Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

Cerca de 100 mil habitantes do Distrito Federal possuem deficiência auditiva. Desses, mais de 25 mil têm a deficiência auditiva severa e utilizam a língua de sinais como meio de comunicação. A essa parcela da população estarão disponíveis os serviços de 18 secretarias – entre elas Economia, Saúde e Educação, além de órgãos como a Ouvidoria e a Companhia de Desenvolvimento Habitacional (Codhab).

Para acessar o serviço, será necessário realizar uma videochamada por celular ou computador com webcam, por meio de um ícone com o desenho de duas mãos em movimento, disponível no canto superior direito nos sites do governo que possuem atendimento na Central 156.

Para ser atendido em Libras, basta clicar no ícone com o desenho de duas mãos no canto superior direito nos sites do governo que possuem atendimento na Central 156

A ligação será atendida por um intérprete de Libras especialmente treinado para responder às questões e traduzir a informação solicitada. “Pode parecer algo simples e pequeno para quem não tem essa necessidade, mas é fundamental para que esse segmento seja incluído na sociedade”, afirmou o secretário da Pessoa com Deficiência, Flávio Santos.

O governador Ibaneis Rocha lembrou que sua gestão tem investido cada vez mais na acessibilidade de pessoas com deficiência, seja ao criar a primeira secretaria voltada a essa população, seja em comunicação com o atendimento em Libras e até em mobilidade.

“Estabelecemos um grande projeto de recuperação da nossa cidade que começou com a W3 Sul, segue na Avenida Hélio Prates e, agora, com a exigência de que todos os processos de regularização têm que vir com a ambientação para pessoas com deficiência”, disse ele.

Atualmente, a Central 156 conta com 180 atendentes para o público geral, além de seis em Libras. O serviço ficará disponível de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h

A medida foi implementada pela Secretaria de Economia, por meio das secretarias executivas de Valorização e Qualidade de Vida e de Gestão Administrativa, com apoio das secretarias de Desenvolvimento Social e da Pessoa com Deficiência. “É um ganho transversal de várias pastas do governo”, declarou o secretário de Economia, Itamar Feitosa.

Atualmente, a Central 156 conta com 180 atendentes para o público geral, além de seis em Libras. O número foi calculado após estudo para atender a demanda da população surda ou com deficiência auditiva. O serviço ficará disponível de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h.

“Ações como essa e o DF Acessível, que transporta em uma van pessoas com deficiência a consultas e audiências públicas, transformam vidas”, destacou o deputado distrital Iolando Almeida. “É ter independência, autonomia e sigilo para tratar de questões do próprio interesse, sem precisar de alguém para isso”, completou a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.

Os canais do governo

A Central de Atendimento ao Cidadão do Distrito Federal, Central 156, é um canal de comunicação gratuito entre o governo e a população. Por telefone, seja fixo ou móvel, é possível obter informações, orientações e serviços prestados pelo GDF.

O serviço, implementado no governo em 1984, funciona com uma base de conhecimento de cada órgão por meio dos canais 156, 160, 162 e 151 – todos coordenados pela Secretaria de Economia.

Leia também

Selo Qualivida homenageia boas práticas de governança

Plano de Qualidade de Vida no Trabalho beneficia 90 mil servidores do DF

Projeto Nacional Qualifica Mulher é lançado no DF

São oito opções de atendimento no telefone 156 com serviços distintos como recadastramento do Bolsa Família, telematrícula e DF Alfabetizado, IPTU e IPVA, horários de ônibus, habitação, combate à violência contra a mulher, disque-racismo, disque-idoso e outras informações sobre o Governo do DF.

Já o Canal 160 disponibiliza cinco opções de atendimento com serviços distintos, como informações da Secretaria de Saúde, agendamento para doação de sangue (Hemocentro), doação de leite materno e agendamento para Farmácia de Componente Especializado – Farmácia de Alto Custo.

O Canal 162 disponibiliza duas opções de atendimento com serviços de Ouvidoria: registro de reclamação, elogio, sugestão, solicitação ou denúncia. O 151 oferece serviços do Instituto de Defesa do Consumidor (Procon).

The post Central 156 agora tem atendimento em Libras appeared first on Agência Brasília.

– link Read More

0 Shares
You May Also Like