Sem categoria

Em discurso na sessão solene, Lêda Borges pede mais espaços de poder e decisão para as mulheres

0 Shares
0
0
0
0
0
0

A deputada Lêda Borges (PSDB) ocupou a tribuna, na tarde desta quarta-feira, 30, durante a sessão solene que está sendo realizada para a entrega da Comenda Berenice Artiaga, uma das mais altas honrarias da Casa, a mulheres que fazem a diferença com sua força e atuação em Goiás. Em seu discurso, a parlamentar se dirigiu as suas três homenageadas, ressaltando a necessidade de que as mulheres ocupem maiores espaços de poder e de decisão.

Lêda iniciou sua fala rendendo homenagem à colega de Parlamento, Delegada Adriana Accorsi (PT), com quem assina a propositura de realização do evento dessa tarde. “É a minha única companheira de Casa, de luta, de vida e de projetos”, frisou. Em seguida, a deputada cumprimentou as autoridades presentes e suas homenageadas, que receberão a Comenda: as vereadoras de Valparaíso, Cláudia Maria Nascimento; e de Trindade, Márcia Josefa Silva; além da chefe do gabinete da Presidência da Alego, Andressa Borges Landim.

“Tenho orgulho e gratidão de homenagear essas mulheres guerreiras e que contribuem tanto para a sociedade goiana. Gênero não define capacidade e inteligência. Lugar de mulher é onde ela quiser estar. Para que haja uma mudança real e legislações mais justas é necessário entender que a mulher é essencial nesse processo, ocupando os espaços de poder e de decisão. Hoje, nós estamos homenageando mulheres que, com persistência, tenacidade e lutando contra as adversidades, se destacaram dentro das suas áreas de atuação e abriram caminhos para que outras mulheres também ocupem espaços importantes na sociedade”, afirmou Lêda Borges.

A parlamentar acrescentou que, infelizmente, as mulheres estão subrepresentadas em posições de liderança, em cargos eletivos, no serviço público, na iniciativa privada e no meio acadêmico. “Por isso, o empoderamento feminino é uma das nossas principais frentes de ação. Como mulher, mãe, avó, professora, servidora pública federal e estando deputada estadual, entre outras funções que acumulamos, costumo dizer que somos guerreiras e não desistimos de lutar.

Mesmo assim, com dupla, tripla e quádrupla jornada, não perdemos a sensibilidade e não permitimos que o desânimo anule nossas iniciativas e ações. Continuamos na luta para que as mulheres sejam reconhecidas e ocupem lugares de destaque. Essa homenagem a vocês também serve como inspiração para tantas outras que buscam os seus objetivos e direitos”, enalteceu.

Lêda reafirmou seu compromisso com a defesa dos direitos das mulheres, por maior representatividade nos espaços de poder, igualdade de oportunidades, inserção no mercado de trabalho, valorização salarial, combate ao assédio, violência e o enfrentamento ao feminicídio.

“Avançamos bastante, mas ainda é preciso muito mais. Precisamos honrar a memória de Berenice Artiaga, que dá nome à Comenda, a primeira mulher a ser eleger deputada estadual no Brasil, em 1950. E, ainda: Precisamos que outras mulheres sejam sempre lembradas, as que lutaram e lutam por maiores espaços de poder e de decisão. Deixo, aqui, minha homenagem a todas vocês, a todas as mulheres de Goiás e do Brasil e o incentivo de que vale a pena buscar o nosso espaço, seja onde quisermos buscá-lo. As nossas lutas nunca, jamais, são em vão, em nome de um País mais justo, fraterno, igualitário e paritário”, declarou.

A legisladora tucana encerrou seu discurso salientando que “somos força, fé e esperança e, juntas, alçaremos voos jamais imaginados, sempre compondo com os talentos dos homens. Obrigada aos homens por aqui estarem, porque essa homenagem às mulheres também parte de homens que compreendem que o nosso papel é ladear e juntar talentos para que o mundo seja um mundo de paz, solidariedade e avanço humano”.

0 Shares
You May Also Like