Estado capacita mais de 9 mil pessoas para trabalho humanitário

0 Shares
0
0
0
0
0
0

Com a criação e o aprimoramento de ferramentas digitais, o governo estadual e a Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) capacitaram, desde 2019, mais de nove mil (9.174) pessoas para o trabalho humanitário. A instituição modernizou a forma de trabalhar, criou a Plataforma do Voluntariado, que coloca em contato quem quer ajuda e quem precisa de ajuda; passou a oferecer oportunidades de qualificação on-line e integrou a Gerência de Promoção do Voluntariado a outros programas e ações da OVG.

A presidente de honra da OVG e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), Gracinha Caiado, lembra que potencializar e difundir o voluntariado foi uma das determinações do governador Ronaldo Caiado desde os primeiros dias de sua gestão. “O voluntariado é um trabalho nobre, que faz a diferença na vida de muitas pessoas e ajuda o Governo a construir um futuro melhor para o nosso Estado. Estamos orgulhosos do crescimento dessa corrente do bem”, diz Gracinha Caiado.

Já a diretora-geral da Organização, Adryanna Melo Caiado, lembra que a pandemia de Covid-19 exigiu mudanças nas ações da instituição. “As capacitações para o voluntariado passaram a ser on-line. Com isso, ampliamos o número de pessoas alcançadas, inclusive facilitando o acesso de pessoas do interior às nossas capacitações”, frisa.

Outras iniciativas, como a criação da Plataforma do Voluntariado, onde as pessoas interessadas em atuar na área encontram informações sobre as instituições que precisam de voluntários e podem se inscrever para a capacitação, o Projeto Classificados do Bem, que oferta vagas para voluntários, e a integração da Gerência de Promoção do Voluntariado com outros programas da OVG também contribuíram para o aumento do interesse e a expansão do voluntariado no Estado.

Corrente do bem
O auxiliar administrativo Glayton dos Santos Ferreira, 28 anos, é um dos que aderiram à corrente do bem formada pelo voluntariado da OVG. Ele fez a capacitação on-line, e há seis meses cuida das redes sociais do Centro de Cidadania Negra do Estado de Goiás (Ceneg-GO). “Sou do Rio de Janeiro, e a cultura do voluntariado lá já é bem forte. Ao chegar a Goiás, fiquei sabendo da OVG, que não só me preparou para oferecer um bom trabalho, como me encaminhou para uma instituição que tem o perfil que eu queria”, destaca Glayton.

Já o fotógrafo Fernando Henrique da Costa Ferreira Pacheco, bolsista do ProBem, doa seu tempo fazendo ensaios fotográficos. O primeiro trabalho voluntário que fez nessa área foi com moradoras do Centro de Idosos Sagrada Família. “Sou grato por minha bolsa de estudo, e encontrei no voluntariado uma forma de retribuir o bem que recebo”, diz Fernando Henrique.

Moradora de Luziânia, a nutricionista Danielle Feitosa de Lacerda, 38, é uma “Voluntária do Bem da OVG”. Capacitada de forma on-line, ela colaborou com o trabalho da unidade itinerante “OVG Perto de Você”, em seu município, em novembro do ano passado. “Orientei mães vulneráveis sobre a alimentação de seus bebês. Agradeço ao Governo de Goiás a oportunidade de ser útil na construção de um Estado melhor e vou continuar contribuindo com as ações aqui na minha cidade”, fala Danielle Feitosa.

As inscrições para a capacitação “Voluntários do Bem” podem ser feitas na Plataforma do Voluntariado da OVG (ovg.org.br/voluntariado). As qualificações acontecem duas vezes ao mês e são gratuitas. Mais informações no 62 3201-9414.

Foto: Aline Cabral e Cristina Cabral

O post Estado capacita mais de 9 mil pessoas para trabalho humanitário apareceu primeiro em Agência Cora Coralina de Notícias.

LINK Read More

0 Shares
You May Also Like