Sem categoria

GDF Presente renova praça e parque da CNF 1, em Taguatinga

0 Shares
0
0
0
0
0
0

Moradores de Taguatinga, mais especificamente os que residem próximo à CNF 1, vão ganhar um setor renovado. Equipe do GDF Presente está trabalhando na reforma do parquinho, capinagem, reposição de areia, recuperação de alambrado e pintura. Além disso, um pedido de moradores, na maioria aposentados, será atendido: serão colocados cobertura e bancos para maior conforto dos frequentadores.

Equipe do GDF Presente trabalha para melhorar a estrutura do parque da CNF 1, em Taguatinga | Foto: Divulgação

Quando a praça está em condições de uso, cerca de 250 pessoas a utilizam diariamente. “É um setor muito visitado pela população, pois temos uma praça lá na CNF, em que os moradores gostam de praticar esporte como lazer também. Reformar o parque foi uma necessidade que acabamos tendo que atender, pois a reforma feita no ano passado acabou se deteriorando”, comentou o administrador regional de Ceilândia, Bispo Renato Andrade.

“O investimento foi de cerca de R$ 10 mil, usamos recurso da administração mesmo. O que vale é atender pedido da população e um grupo de pessoas com mais idade solicitou local coberto por lá para poderem jogar cartas. Vamos entregar o quanto antes”, completou o administrador.

Coordenador do Polo Oeste II do GDF Presente, Elton Walcacer da Silva falou sobre a importância desse trabalho. “Ele mostra o cuidado que o GDF e a administração regional têm com Taguatinga e com seus moradores. Essa ação reforça o zelo com os equipamentos públicos instalados em diversos locais”, declarou.

Sete pessoas, entre reeducandos da Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap) – órgão vinculado à Secretaria de Justiça e Cidadania -, e funcionários da administração, estão trabalhando na ação.

 

0 Shares
You May Also Like
Sem categoria

Ferrovia Norte-Sul: Caiado anuncia construção de Terminal Rodoferroviário, em São Simão, pela parceria Rumo-Caramuru

Empresas vão investir R$ 80 milhões na obra, ​que irá gerar emprego e renda para a população do Extremo Sudoeste de Goiás, além de elevar a competitividade dos produtos agropecuários goianos no cenário internacional ao possibilitar o transporte multimodal de cargas até o Porto de Santos, um dos mais importantes canais de exportação do Brasil
Leia mais