Inaugurado Super Centro Carioca de Saúde de atendimento especializado

0 Shares
0
0
0
0
0
0

Foi inaugurada hoje (05) a primeira parte do Super Centro Carioca de Saúde, em Benfica, zona norte do Rio de Janeiro. Segundo a prefeitura, quando completo, o complexo será a maior estrutura de saúde da cidade, com 582 especialistas e capacidade para realizar 113 mil procedimentos por mês pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Prefeito Eduardo Paes inaugurou a primeira parte do Super Centro Carioca de Saúde – Tânia Rêgo/Agência Brasil

O prédio inaugurado hoje é o Centro Carioca de Especialidades (CCE), com 150 especialistas e capacidade para 27 mil atendimentos por mês nas áreas de alergologia, angiologia, cardiologia, neurologia, odontologia, pneumologia, proctologia, reumatologia, dermatologia, ginecologia, nefrologia, neurologia, ortopedia, pneumologia e urologia.

De acordo com o prefeito Eduardo Paes, o principal objetivo do Super Centro é reduzir a fila e o tempo de espera para atendimento por meio do Sistema Nacional de Regulação (SisReg), que gerencia os encaminhamentos dentro do SUS.

Notícias relacionadas:

No Rio de Janeiro, casos de meningite em 2022 já superam 2021.De acordo com o prefeito Eduardo Paes, o principal objetivo do Super Centro é reduzir a fila e o tempo de espera para atendimento por meio do Sistema Nacional de Regulação (SisReg), que gerencia os encaminhamentos dentro do SUS.

Segundo os últimos dados disponíveis no Portal da Transparência do SisReg, de agosto, são cerca de 175 mil pessoas aguardando por atendimento na cidade, com tempo médio de espera de 92 dias. Em 2020, o tempo chegou a 137 dias e no ano passado caiu para 103. A estimativa da prefeitura é de que até meados de 2023, esse tempo seja reduzido para no máximo 30 dias.

No próximo mês, serão entregues os centros carioca de Diagnóstico (CCD) e do Olho (CCO). O secretário de Saúde, Rodrigo Prado, destaca que o local terá capacidade para realizar 34 mil diagnósticos por imagem e 52 mil procedimentos de oftalmologia por mês.

Super Centro Carioca de Saúde fica em Benfica, zona norte da cidade – Tânia Rêgo/Agência Brasil

“Em novembro vamos inaugurar o Centro de Diagnóstico. Vão ter duas ressonâncias cintilografia, o primeiro PET Scan da rede municipal, endoscopia, colonoscopia, broncoscopia e diversos exames de imagem. O Centro do Olho a gente vai ter desde o atendimento básico da oftalmologia, até a cirurgia de catarata e transplante de córnea.”

Encaminhamento

O secretário explica que todos os atendimentos no local, que começaram hoje, serão feitos por meio de encaminhamento pelas Clínicas da Família.

“Todos os pacientes, para chegarem aqui, vão ter que ser encaminhados pelo Sistema de Regulação. Então o paciente é atendido pela Clínica da Família, o médico vai identificar a necessidade de uma consulta pelo especialista, ou de um exame, ou de uma cirurgia do olho. Aí esse paciente vai ser colocado no Sistema de Regulação e vai ser agendado para cá, então ele já vai sair de lá sabendo a data e o horário do agendamento”.

O investimento do município no Super Centro de Saúde foi de R$ 250 milhões. A gestão será feita via contrato com Organização Social (OS), que efetua a contratação dos profissionais. O local vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h, e aos sábados, das 8h às 17h. Também haverá dois ônibus gratuito para facilitar o acesso dos pacientes, fazendo o trajeto da Avenida Brasil até o Super Centro.

Prefeitura quer reduzir a fila de espera do Sistema Nacional de Regulação (SisReg) – Tânia Rêgo/Agência Brasil

PPP no Hospital Souza Aguiar

Ainda na área de saúde, a prefeitura publicou ontem (4) uma consulta pública para implantar uma Parceria Público-Privada (PPP) nos serviços terceirizáveis do Complexo Hospitalar Souza Aguiar, incluindo a Maternidade Maria Amélia e a Coordenação de Emergência Regional (CER) Centro.

De acordo com a prefeitura, a PPP é a primeira na área de saúde na cidade e se refere aos serviços não relacionados diretamente ao atendimento médico, como alimentação, estacionamento e manutenção predial.

“O investimento privado é estimado em R$ 746 milhões ao longo de todo o prazo do contrato de 32 anos, sendo $ 407,5 milhões nos três anos iniciais. As intervenções consistem na renovação de todo o parque tecnológico do conjunto (equipamentos e materiais), além da manutenção e modernização dos centros de tratamento”, informou a prefeitura.

A consulta pública tem prazo de 30 dias, durante o qual se espera receber contribuições e sugestões de investidores e da sociedade civil. A publicação do edital só ocorre depois da análise das contribuições enviadas. A expectativa do presidente da Companhia Carioca de Parcerias e Investimentos (CCPar), Gustavo Guerrante, é concentrar mais de cem contratos que o hospital tem hoje em apenas um.

“Hoje a administração do Souza Aguiar é muito complexa, com centenas de contratos administrativos pequenos que tornam a gestão um desafio. Além disso, a PPP viabiliza um conjunto de investimentos a curto prazo e aumenta a eficiência da gestão em relação à atual. Com a PPP nós vamos organizar isso em um único contrato com o vencedor da licitação. E a prefeitura viabiliza grandes investimentos privados em curto prazo, que elevarão significativamente a produtividade”.

O Hospital Souza Aguiar, no Centro da cidade, completa 115 anos em novembro é a maior emergência pública da América Latina, com 9,4 mil internações por ano, 75 mil atendimentos de urgência e emergência, 7,9 mil cirurgias, dezenas de milhares de exames de imagem e 454 mil análises clínicas.

0 Shares
You May Also Like