Lula volta a defender taxação de lucros e dividendos

0 Shares
0
0
0
0
0
0

O candidato à Presidência da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) cumpriu agenda de campanha hoje (5) em São Paulo. No início da noite, ele participou de um encontro com representantes da Frente Nacional de Defesa da Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Em seu discurso, ele defendeu a ampliação de recursos para o setor e pediu empenho dos seus apoiadores na eleição de parlamentares que possam ajudar a aprovar uma reforma tributária, a qual inclua uma taxação maior dos mais ricos.

“Vamos ter que eleger bastante deputados e senadores, porque nós precisamos fazer uma nova política tributária nesse país. A gente tem que desonerar o salário para onerar as pessoas mais ricas desse país. Lucros e dividendos têm que pagar imposto de renda”, afirmou. 

Em seguida, ele enfatizou que o papel do Estado “é atender, sobretudo, às pessoas mais necessitadas”. “O SUAS vai voltar muito mais forte, muito mais preparado, para vocês atenderem as pessoas com mais decência”, acrescentou. 

Lula voltou a defender a retomada da realização das conferências nacionais e classificou a eleição deste ano como a “mais importante da história do desse país”. No fim da manhã, Lula se encontrou com o presidente da Bolívia, Luis Arce, em um hotel na região central da capital paulista.

Segundo o ex-ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, que participou da reunião, entre os assuntos tratados estiveram a entrada da Bolívia no Mercosul, a integração regional, a cooperação em programas sociais e as exportações de gás para o Brasil. O processo para entrada da Bolívia no Mercosul começou em 2012, mas ainda não foi concluído. 

Clique aqui e veja a agenda dos candidatos à Presidência da República nesta segunda-feira (5).

*Colaborou Daniel Mello, repórter da Agência Brasil.

0 Shares
You May Also Like