20 de Aug de 2018 - Jornal em tempo real
 

...

...

 Exposição em SP celebra centenário de nascimento de Athos Bulcão - Jornal Brasil em Folhas - Mobile
Exposição em SP celebra centenário de nascimento de Athos Bulcão

Os traços do artista Athos Bulcão na azulejaria, nos desenhos, na pintura, nas fotomontagens, nos cenários e figurinos, além da estreita relação que ele estabeleceu entre arquitetura e arte estão em exposição no Centro Cultural Banco do Brasil a partir de hoje (1º). A mostra 100 Anos de Athos Bulcão, que vai até 15 de outubro, comemora o centenário de nascimento do artista e propõe um profundo mapeamento e imersão na diversidade de seus trabalhos e suas técnicas.

Exposição 100 Anos de Athos Bulcão comemora o centenário de nascimento do artista e propõe um profundo mapeamento e imersão na diversidade de seus trabalhos e técnicas, no Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo.

O visitante terá a possibilidade de conhecer o processo de produção do artista, com a exibição de mais de 300 trabalhos, alguns inéditos, realizados entre os anos 1940 e 2005. Obras de artistas mais jovens que direta ou indiretamente foram influenciados por Athos também estarão na exposição. De São Paulo, a mostra fará sua última escala no CCBB do Rio de Janeiro, em outubro.

Dividida em núcleos, a exposição vai além da arte da azulejaria e destaca também a pintura figurativa do artista realizada nos anos 1940 e 1950, antes da construção de Brasília. “A série dos carnavais e sua relação com a pintura sacra é extraordinária”, disse Marília Panitz, responsável pela curadoria, ao lado de André Severo. Ela destacou que Athos Bulcão utilizou uma mesma estrutura composicional para trabalhos sacros e profanos e citou como exemplo a obra A Vida de Nossa Senhora, que está na Catedral do Distrito Federal.

100 Anos de Athos Bulcão busca contextualizar a trajetória do artista, desde sua inspiração inicial pela azulejaria portuguesa, do aprendizado sobre utilização das cores, quando foi assistente de Portinari, até as parcerias com Niemeyer e João Filgueiras Lima.

A exposição conta ainda com os croquis que Athos Bulcão fez para o grupo de teatro O Tablado, do Rio de Janeiro, os figurinos das óperas Amahl e Os Visitantes da Noite de Menotti, paramentos litúrgicos modernistas, um grande acervo de seu trabalho gráfico e os lenços que desenhou quando estava em Paris.

No estado de São Paulo, estão expostos dois trabalhos importantes do artista: um de seus mais notáveis painéis de azulejos no Memorial da América Latina, na capital; e o relevo em madeira pintada no foyer do Teatro de Araras, cidade de Araras.

Outro aspecto relevante da exposição, segundo a organização da mostra, é a interatividade “desenvolvida a partir do caráter urbano e democrático da obra pública de Athos Bulcão inserida nas cidades”. O público será convidado a interagir e apropriar-se de projetos do artista por meio de um aplicativo criado especialmente para a mostra.

Edição: Denise Griesinger





© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A
CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212

VERSÃO WEB