26 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real
 

...

...

 Mulheres envolvidas na morte de modelo em lipoaspiração são procuradas - Jornal Brasil em Folhas - Mobile
Mulheres envolvidas na morte de modelo em lipoaspiração são procuradas

O Portal dos Procurados do Disque-Denúncia divulgou cartaz com recompensa de R$ 1 mil para quem der informações que levem as prisões de Márcia Pimentel Esteves, de 57 anos; Thaíza Pimentel Esteves, 23, respectivamente, mãe e filha; e Valéria dos Santos Reis, de 55 anos. Elas foram indiciadas e estão com a prisão temporária decretada pelos crimes de organização criminosa e homicídio qualificado pela morte da modelo Mayara Silva dos Santos, 24 anos, durante procedimento estético de lipoaspiração na barriga e aplicação de silicone nos glúteos e coxas.

De acordo com as investigações, todas estavam no Hotel Ramada Recreio, na zona oeste do Rio, no momento do procedimento estético durante o qual a vítima passou mal e acabou morrendo horas depois na Coordenação de Emergência Regional Barra da Tijuca, após parada cardiorrespiratória. Mayara ainda foi submetida no hospital à manobras de ressuscitação, mas não resistiu. O procedimento estético ocorreu no dia 20 de julho último e foi usado silicone industrial no preenchimento dos glúteos e das coxas.

A modelo tinha retornado recentemente da Dinamarca e estava com a cirurgia marcada para o dia 24, em um hospital na Barra da Tijuca, mas foi convencida por uma amiga a fazer os procedimentos a um preço mais barato, em uma casa no bairro.

As investigações da 42ª Delegacia Policial, no Recreio, descobriram que as mulheres envolvidas na intervenção da modelo solicitaram na farmácia um remédio para dor, depois de a vítima passar mal. De acordo com a polícia, um entregador da farmácia confirmou que levou o analgésico à casa de Horana Hindara Lima Diniz, uma das investigadas, atualmente presa. Horana em seguida levou o analgésico ao hotel, onde a paciente passou mal.

A polícia levantou que Thaíza teria efetuado 37 registros de hospedagem no Hotel Ramada. Todas pagas por Valéria. Na casa de Márcia, foi encontrado um carimbo de cirurgiã-dentista que, segundo a polícia, é falso, já que ela não tem formação para usá-lo e pode ser indiciada também por falsidade ideológica e exercício ilegal da profissão. Já a filha é formada em odontologia e seria a responsável por comprar os medicamentos usados nos procedimentos.

O juízo da 1ª Vara Criminal da Capital expediu mandado de prisão temporária por 30 dias das três mulheres pelos crimes de homicídio qualificado; exercício ilegal de medicina, arte dentária ou farmacêutica; e associação criminosa. As três permanecem foragidas da Justiça.

O Portal dos Procurados solicita que, quem tiver qualquer informação a respeito da localização das suspeitas, denuncie pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; por meio do Facebook (inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/; e pelo aplicativo Disque Denúncia RJ. A recompensa só é paga com informações passadas para o Disque Denúncia ou para o Whatsapp dos Procurados.

Edição: Davi Oliveira





© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A
CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212

VERSÃO WEB