23 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real
 

...

...

 Caiado critica descaso do atual governo com o Entorno - Jornal Brasil em Folhas - Mobile
Caiado critica descaso do atual governo com o Entorno

Líder da coligação a “Mudança é Agora”, o senador Ronaldo Caiado (Democratas) comandou, neste sábado (8 de agosto), mais uma série de carreatas pelo interior goiano. Logo cedo, a cidade de Novo Gama abraçou o comboio da mudança.

O primeiro compromisso foi visitar o antigo “Buracão”, uma enorme erosão localizada no Setor Lago Azul (problema crônico de mais de 30 anos). Graças ao empenho do senador Wilder Morais, foram liberados no ano passado R$ 7,5 milhões e as obras finalmente concluídas. Hoje, como constataram os representantes da chapa (composta ainda pelo vice Lincoln Tejota e o senatoriável Jorge Kajuru), o local abriga a bela Praça das Nascentes.

Infelizmente, Novo Gama ainda carece de diversos serviços básicos, como asfalto de qualidade e atendimento de saúde — os moradores aguardam um hospital municipal, prometido há anos. Além disso, Caiado ouviu reclamações pela retirada de um posto de atendimento do Detran e pelo abandono de mais de dez anos das obras do presídio.

Atento às necessidades do Entorno, o candidato democrata garantiu que, no governo, fará um mapeamento das 50 cidades mais vulneráveis do Estado para poder desenvolver um trabalho diferenciado para cada uma delas. A ideia é criar um plano de metas e medidas para reduzir a desigualdade, gerar oportunidades e atender às famílias mais carentes.

Em Valparaíso de Goiás, a coligação da mudança foi recebida com festa pela população. Ao lado de candidatos e deputado estadual e federal, Caiado passou por diversas vias do município, levando a mensagem da mudança e esperança de dias melhores.

Já em Cidade Ocidental, a carreata da mudança percorreu ruas e avenidas, recebendo o carinho de populares, que saiam de suas casas e comércios para abraçar o projeto de moralização da política goiana. Dois pedidos destacaram-se: a conclusão do hospital regional e do Hospital Materno-Infantil do Entorno, ambas promessas de campanha do grupo que domina Goiás há 20 anos.

Penúltimo destino dos representantes da coligação “A Mudança é Agora”, Luziânia teve a visita dividida em duas partes. A primeira, no Jardim Ingá. Com mais de 50 mil habitantes, o bairro luta há anos pela emancipação. Caiado ouviu o clamor popular e afirmou que é preciso colocar o assunto em discussão.

Então, seguiu para o centro da cidade, onde ouviu novos pedidos da população. 14ª cidade mais violenta do Brasil, Luziânia tem uma taxa chocante de 134,9 homicídios a cada 100 mil habitantes e, mesmo com um batalhão da Rotam, o atual governo não consegue garantir a segurança dos moradores.

Não obstante, Caiado ouviu relatos do descaso com a Saúde: o hospital regional nunca funcionou e, hoje, a cidade de mais de 100 mil habitantes é atendida por apenas duas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).

Unanimidade no quesito reclamação: o transporte coletivo do Entorno do Distrito Federal é um caos que os governos do PSDB nunca se importaram em resolver. Para se ter ideia, mais de 40 mil pessoas saem de ônibus de Luziânia todos os dias para buscar emprego em Brasília. O BRT que liga a capital federal à Santa Maria tinha previsão de chegar até a cidade goiana, mas nunca saiu do papel.

Estudantes da região não são atendidos pelo Passe Livre Estudantil — programa que o ex-governador e o atual gastam milhões em propaganda para divulgar —, pois como se trata de transporte interestadual, o cartão não é aceito. Outra promessa não cumprida do grupo tucano é a passagem à R$ 1. Como quase tudo na atual administração, não passa de “blá-blá-blá”.

Por fim, os representantes da coligação da mudança estiveram em Cristalina.





© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A
CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212

VERSÃO WEB