18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real
 

...

...

 Início da transição e presença de Bolsonaro lotam hotéis de Brasília - Jornal Brasil em Folhas - Mobile
Início da transição e presença de Bolsonaro lotam hotéis de Brasília

O início dos trabalhos de transição para o novo governo e a presença do presidente eleito, Jair Bolsonaro, em Brasília ajudaram a lotar a maioria dos hotéis da cidade nos últimos dois dias.

Segundo a presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Distrito Federal (Abih-DF), Adriana Helena Pinto, a rede hoteleira registrou ótima taxa de ocupação, mesmo levando em conta que os dias úteis entre dois feriados prolongados, como os desta semana, costumam ser movimentados.

“Normalmente, durante as semanas entre dois feriados, como esta [entre o Dia de Finados (2) e o da Proclamação da República (15)], o movimento tende a se aquecer, mas, além disso, a presença do Bolsonaro, este momento de transição, certamente atraíram e contribuíram positivamente para a lotação dos hotéis”, disse Adriana à Agência Brasil.

Os 346 quartos do estabelecimento que Adriana gerencia, o Gran Mercure Brasília, da rede Accor, estão lotados até esta quinta-feira (8), data em que o presidente eleito Jair Bolsonaro deve deixar a capital federal e retornar ao Rio de Janeiro. Mais dois hotéis desta rede que, juntos, totalizam quase 700 apartamentos, também atingiram o limite de ocupação.

Os cinco hotéis da rede Hplus Hotelaria localizados perto da Esplanada dos Ministérios estão lotados. Segundo uma funcionária do Vision Hplus, além dos hóspedes frequentes, alguns participantes do Encontro Nacional de Análise Matemática e Aplicações, que está sendo realizado na Universidade de Brasília (UNB), ocupam alguns dos apartamentos, mas o grosso da procura por vagas pode ser atribuído à passagem do presidente eleito pela cidade.

Uma pesquisa em sites de hospedagem indica que a maioria dos hotéis da região central de Brasília tem poucos quartos disponíveis ou está lotada.

Bolsonaro, por sua vez, optou por ficar no apartamento funcional que já ocupava como deputado federal pelo Rio de Janeiro. Ele chegou a Brasília no fim da tarde desta terça-feira (6). Horas antes, a reportagem da Agência Brasil testemunhou reclamações de participantes de um evento comemorativo aos 30 anos da Constituição Federal, que foi realizado no Hotel Windsor Plaza, por terem que deixar o hotel ao meio-dia, já que todos os apartamentos estavam reservados. Isso os impediria de permanecer na cidade e tentar participar de algum evento com o presidente eleito.

Em sua primeira viagem à capital após vencer as eleições presidenciais, Bolsonaro participou de várias reuniões oficiais e concedeu entrevistas. Na capital, ele se desloca em comitiva oficial, com todo um aparato de segurança que, além de batedores de moto, inclui um helicóptero militar.

De acordo com o diretor executivo da Seccional da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) no Distrito Federal, Fábio Estuqui, o bom movimento nos hotéis brasilienses acaba por impactar também o comércio. “Não há nenhum outro grande evento acontecendo na cidade. Logo, ainda que seja difícil cravar, imaginamos que a presença do Bolsonaro, somada aos feriados, deve ter acionado isso [o aumento da procura por hospedagem]”, comentou Estuqui.

Edição: Nádia Franco





© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A
CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212

VERSÃO WEB