26 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real
 

 Organização internacional vai premiar iniciativas em direitos humanos - Jornal Brasil em Folhas
Organização internacional vai premiar iniciativas em direitos humanos

A Organização de Estados Ibero-Americanos (OEI) vai premiar iniciativas que promovam os direitos humanos. Podem participar instituições de ensino e organizações da sociedade civil. As inscrições começam esta semana e podem ser feitas até o dia 7 de maio.

O Prêmio Internacional de Educação em Direitos Humanos Óscar Arnulfo Romero visa reconhecer iniciativas que promovem o direito à educação, à convivência na escola, à paz, às liberdades, à inclusão e aos direitos humanos. Além do Brasil, podem participar escolas e organizações da Argentina, Bolívia, Colômbia, Espanha, Nicarágua, Guatemala, Costa Rica, República Dominicana, do Chile, Equador, México, Panamá, Paraguai, Peru, Uruguai, de El Salvador, Honduras, Porto Rico, Portugal.

O prêmio busca atuar na defesa e promoção de direitos considerando o papel da educação como meio de promoção dos direitos humanos na sociedade e no ambiente escolar”, explica o diretor da OEI no Brasil, Raphael Callou. Segundo ele, a escola é importante formadora dos cidadãos do futuro.

“Preconceito, racismo, desigualdades impactam a realidade de boa parte dos estudantes do Brasil, mas são também possibilidades de iniciativas que podem ser desenvolvidas para superar essas questões”, diz.

O prêmio conta com a parceria da Fundação SM, é realizado de dois em dois anos. Em 2015, o Brasil venceu o Prêmio Internacional de Educação em Direitos Humanos com a experiência do projeto Mulheres Inspiradoras, coordenado pela professora Gina Vieira.

O objetivo principal do projeto de Gina era estimular o interesse dos alunos pela leitura e escrita por meio da análise das obras escritas por mulheres. Os temas abordados eram a violência, o racismo, o protagonismo e advocacy, a diversidade, a igualdade de gênero e a representação feminina.

Inscrição

Os participantes podem se inscrever como escolas ou como organizações. Na etapa nacional brasileira serão escolhidas duas experiências vencedoras, uma em cada categoria. A fase internacional do prêmio deve ocorrer até setembro quando serão escolhidos dois finalistas em nível ibero-americano em ambas as categorias.

Os premiados receberão U$ 5 mil para investir nas iniciativas apresentadas no concurso. A entrega do prêmio está prevista para ocorrer no último trimestre do ano. Mais informações estão disponíveis na página da OEI.

Edição: Lílian Beraldo





© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A
CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212

VERSÃO WEB