Outubro Rosa na Alego tem número surpreendente de doação de cabelos para confecção de perucas

0 Shares
0
0
0
0
0
0

“Sempre devotei uma profunda admiração por mulheres e pela figura feminina, especialmente essas que enfrentam as dificuldades que perpassam pelo diagnóstico oncológico. É essencial valorizar a qualidade de vida dessas mulheres e amenizar os diversos sofrimentos que elas enfrentam – físicos, sociais, psicológicos e espirituais” comentou o servidor da seção do Serviço Social da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Wesley Coelho da Silva, que fez a doação dos seus cabelos para a confecção de perucas. 
Coelho comentou que “a queda do cabelo é uma consequência do tratamento oncológico, mas pode afetar a mulher na sua autopercepção e no convívio social. A doação de cabelo é, ao mesmo tempo, uma maneira de amenizar o sofrimento dessas mulheres e uma oportunidade para dar sentido à nossa própria caminhada. Por isso, me senti tocado ao fazer, pela segunda vez, a doação e pretendo continuar fazendo em outras oportunidades”, afirmou.
Ele faz parte de um grupo de pessoas que aproveitou o calendário do Outubro Rosa para fazer uma boa ação, contribuindo para que a seção do Serviço Social pudesse ter uma surpreendente arrecadação de cabelos. A doação foi feita no último dia 18, durante evento com essa finalidade, mas aqueles que ainda desejarem cortar o cabelo, podem procurar até o dia 31, o Serviço Social da Casa.
“Nossa expectativa foi superada, pois tivemos vários servidores e voluntários, que foram desprendidos e, em prol do próximo, fizeram de muito boa vontade a sua doação. Tivemos a alegria de entregar para o “Grupo Câncer de Mama Superação” uma boa quantidade de madeixas, das mais variadas cores e tamanhos. Para nossa satisfação, o grupo ficou muito feliz com o resultado”, falou a chefe da seção do Serviço Social, Lázara Helieth Cruvinel Ferreira.
Depois de confeccionar as perucas, com os cabelos doados por servidores e voluntários neste Outubro Rosa na Alego, o “Grupo Câncer de Mama Superação”, que trabalha como uma rede de apoio utilizando as ferramentas das redes sociais, como WhatsApp e Instagram, vai disponibilizar as perucas para mulheres em tratamento no Hospital Araújo Jorge e no Hospital das Clínicas.
Atenção aos sinais e sintomas
Segundo dados, o câncer de mama é o tipo que mais acomete mulheres em todo o mundo, ocupando a primeira posição em mortalidade por câncer entre as mulheres no Brasil, com taxa de mortalidade ajustada por idade. Os dados mostram que as maiores taxas de incidência e de mortes estão nas regiões Sul e Sudeste do Brasil, enquanto a região Norte é a de menor ocorrência da doença.
Dessa forma, as mulheres devem estar atentas aos principais sinais e sintomas suspeitos de câncer de mama, dentre eles estão: caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja, alterações no bico do peito (mamilo) e saída espontânea de líquido de um dos mamilos. Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou na região embaixo dos braços (axilas).
Devem ser levados em consideração fatores tais como: a data da primeira menstruação (se ela ocorreu antes dos 12 anos), data da primeira gestação (se ocorreu após os 30 anos), data da menopausa (após os 55 anos), tempo de uso de contraceptivos hormonais e, se for o caso em mulheres mais maduras, tempo de reposição hormonal. Além destes, o último fator que deve ser observado é o fato da mulher não ter gerado filhos. 
Não existe uma única causa para desenvolver o câncer de mama, entretanto se sabe que os fatores de risco estão relacionados à questões tais como: envelhecimento, determinantes relacionados à vida reprodutiva da mulher, histórico familiar, consumo de álcool, excesso de peso, falta de atividade física e exposição à radiação ionizante. O importante é que as mulheres tenham conhecimento sobre todas essas causas e cuidem da sua saúde. 

0 Shares
You May Also Like