Parquinho da Vacinação tem mais de 1,5 mil doses aplicadas no sábado

0 Shares
0
0
0
0
0
0

Para evitar mais de 30 doenças, além da covid-19 e a gripe, Secretaria de Saúde realiza vacinação ampla e permanente e alerta as pessoas de todas as idades para que mantenham o esquema vacinal atualizado. Neste sábado, no Parquinho da Vacinação, 1.543 doses foram aplicadas em 8 horas de evento.

Em Aparecida de Goiânia, a Secretaria de Saúde (SMS) oferta permanentemente vacinação contra a covid-19 e a influenza (Gripe) em 39 postos fixos de segunda a sexta-feira e com um local aos sábados. Além disso, a pasta tem adotado estratégias itinerantes e eventos temáticos para estimular a imunização no município. Neste sábado, 9 de julho, a mobilização vacinal ainda contou com o Parquinho da Vacinação, realizado no Centro de Artes e Esportes Unificados Orlando Alves Carneiro (CEU das Artes), no Setor Cidade Vera Cruz, que foi um sucesso de público com 1.543 doses aplicadas em 8 horas de evento.

A coordenadora de Imunização da SMS e idealizadora do Parquinho, Renata Cordeiro, comemora o resultado: “Foi um sábado maravilhoso de brincadeiras e de proteção vacinal para pessoas de todas as idades, um programa de família que beneficiou, principalmente, as crianças. Nossas equipes trabalharam muito e a população de Aparecida atendeu ao chamado demonstrando amor à vida e responsabilidade social”.

Segunda edição do Parquinho

Renata Cordeiro reforça que a SMS fará outra edição do Parquinho da Vacinação no último sábado do mês, 30 de julho, fechando o período de férias e com a mesma programação, dessa vez na Praça Joaquim Ricardo Teixeira, no Jardim Tiradentes.

Vacinação ampla e permanente

A coordenadora ainda informa que nos postos de vacinação contra a covid-19 em Aparecida estão disponíveis também as demais vacinas do Programa Nacional de Imunizações (PNI), incluindo a da gripe, liberada para qualquer pessoa a partir de 6 meses de idade. Os imunizantes estão disponíveis em 39 locais (No caso da covid, apenas para pessoas com mais de 12 anos).

Ainda para a covid-19, crianças de 5 a 11 anos contam com 9 postos fixos de vacinação. E mais: pessoas com mais de 40 anos já podem receber a 4ª dose da vacina contra o novo coronavírus, desde que respeitado o intervalo mínimo entre as aplicações.

Locais de Vacinação

As vacinas contra covid-19 para adolescentes e adultos, isto é, para moradores acima de 12 anos, bem como as demais do Calendário Nacional, estão disponíveis na Central de Imunização, na Maternidade Marlene Teixeira e em 37 Unidades Básicas de Saúde (UBS´s) listadas abaixo. Confira:

Andrade Reis;
Colina Azul;
Bairro Cardoso;
Delfiore;
Alto Paraíso;
Bandeirantes;
Bairro Ilda;
Independência;
Buriti Sereno;
Campos Elíseos;
Cândido de Queiroz;
Caraíbas;
Chácara São Pedro;
Cruzeiro do Sul;
Independência Mansões;
Jardim Bela Vista;
Jardim Boa Esperança;
Jardim dos Buritis;
Jardim dos Ipês;
Jardim Florença;
Jardim Olímpico;
Jardim Paraíso;
Jardim Tiradentes;
Madre Germana;
Nova Olinda;
Papillon Park;
Parque Trindade;
Pontal Sul II;
Residencial Anhambi;
Residencial Garavelo Park;
Retiro do Bosque;
Jardim Riviera;
Rosa dos Ventos;
Santa Luzia;
Santo André;
Veiga Jardim;
Expansul.

Horários de funcionamento

A Central de Imunização funciona de segunda a sábado, das 8 às 18h. Já a sala de vacinação da Maternidade Marlene Teixeira fica aberta de segunda a sexta, das 8 às 18h. As UBS´s funcionam de segunda a sexta, das 8 às 16h.

Documentação necessária

Em todos os 39 locais estão disponíveis imunizantes para a primeira dose, segunda e para os reforços contra a covid. A D1 é aplicada mediante a apresentação de documento de identidade ou certidão de nascimento e cartão SUS ou CPF. Menores de 18 anos precisam estar acompanhados de algum responsável.

Já a segunda dose é aplicada mediante a apresentação de documento de identidade ou certidão de nascimento, CPF ou Cartão SUS e o Cartão de Vacinação, de acordo com os intervalos mínimos previstos entre a primeira e a segunda aplicação: 28 dias para a Coronavac e oito semanas para Pfizer e AstraZeneca.

Doses de reforço: indispensáveis

Qualquer pessoa acima de 12 anos que tenha recebido a segunda dose dos imunizantes Coronavac, AstraZeneca ou Pfizer contra a covid há quatro meses já pode receber a dose de reforço (terceira dose) mediante a apresentação de documento de identidade ou certidão de nascimento, CPF ou Cartão SUS e o Cartão de Vacinação.

Moradores acima de 18 anos que tenham recebido a dose única da Janssen podem receber o primeiro reforço no intervalo de dois meses e o segundo reforço no intervalo de quatro meses.

Pessoas com mais de 40 anos, trabalhadores da saúde e imunossuprimidos que tenham recebido a terceira dose (qualquer que seja o imunizante) há quatro meses já podem receber a quarta dose da vacina, que é aplicada mediante a apresentação de documento de identidade ou certidão de nascimento, CPF ou Cartão SUS e o Cartão de Vacinação.

Vacinação infantil contra a covid

Crianças de 5 a 11 anos podem ser vacinadas contra o novo coronavírus na Central de Imunização, na Maternidade Marlene Teixeira e nas UBS´s dos bairros Andrade Reis, Anhambi, Cardoso, Veiga Jardim, Retiro do Bosque; Jardim Olímpico e Cândido de Queiroz. Para receber a proteção, elas precisam estar acompanhadas de um responsável legal e apresentar certidão de nascimento ou RG, cartão SUS ou CPF e o cartão de vacinação. Caso o responsável não possa acompanhar, basta assinar um termo de autorização que deve ser apresentado no momento da imunização.

Alerta: Contribua para salvar vidas

O secretário de Saúde Alessandro Magalhães enfatiza que as vacinas do PNI previnem mais de 30 doenças que podem até levar à morte e destaca que é fundamental aumentar a cobertura vacinal em Aparecida, bem como em todo o País: “Uma ampla cobertura protege gerações inteiras por muitos anos e pode até controlar males, como por exemplo a poliomielite, erradicada nas Américas em 1994. O Brasil tinha uma tradição de alta taxa de cobertura vacinal, o que vem caindo nos últimos anos e todos precisamos contribuir para impedir isso buscando a vacinação e espalhando a conscientização”.

0 Shares
You May Also Like